Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A soja é um dos produtos de maior exportação no Brasil, é tanto que o país é o segundo maior produtor do grão no mundo.

Mas, mesmo com toda esta importância no cenário econômico brasileiro, muitas pessoas desconhecem o conteúdo nutricional da soja e de como ela pode ser adicionada nas receitas e pratos do dia a dia. Na verdade, há um certo receio das pessoas, por desconhecerem os benefícios deste alimento para a saúde do corpo.

A soja é um produto rico em minerais como cálcio, ferro, zinco, fósforo, potássio etc., elementos que o organismo humano precisa para funcionar com qualidade. Além disso, o grão é uma ótima fonte de energia, de fibra dietética e antioxidantes. Beneficia ainda a saúde do coração, pois reduz o colesterol ruim (LDL) da corrente sanguínea.

10 dúvidas sobre a soja, seus benefícios e formas de consumo

Foto: depositphotos

Diante de tantos benefícios, não há dúvida quanto às importantes funções que este alimento desempenha no corpo de seus consumidores. Mas, para não restar dúvidas, a nutricionista, Lara Natacci, responde a 10 questões comuns sobre a soja, de como ela reage no organismo e qual a melhor forma de consumi-la.

10 questionamentos sobre a soja respondidos por uma nutricionista

1. Qual o principal nutriente presente na soja?

Cultivada há milênios pelos orientais, a soja é uma fonte de proteína, já que cerca de 35% do grão é composto por este nutriente. Mesmo sendo de origem vegetal, ela tem proteína de alto valor biológico, o que significa que ela tem todos os aminoácidos necessários ao nosso organismo, em quantidade adequadas. Quando comparada à proteína de origem animal, como a do leite, por exemplo, ela tem qualidade similar.

2. Que tipo de doenças o consumo de sua proteína ajuda a prevenir?

A soja é rica em proteína de boa qualidade e a ANVISA reconhece que o consumo diário de 25 gramas de proteína de soja por dia, dentro de uma alimentação equilibrada, ajuda a reduzir o colesterol. Além disso, quando comparada a alimentos fonte de proteína animal, a soja é uma fonte proteica com teor menor de gorduras saturadas.

3. Para quem a bebida à base soja é indicada?

De origem vegetal, a soja naturalmente não possui lactose, portanto as bebidas à base de soja podem ser consumidas por indivíduos com intolerância à lactose, pessoas com alergia à proteína do leite e aqueles que buscam ter uma vida saudável e alimentação equilibrada, pois é uma boa maneira de ingerir proteína de alta qualidade com baixo conteúdo de gorduras e ainda naturalmente sem colesterol.

4. Quais crenças populares sobre a soja são falsas?

Estudos recentes comprovam que o consumo de soja é seguro para todas as faixas etárias, podendo fazer parte de uma alimentação equilibrada e aliada a hábitos de vida saudáveis tanto para crianças quanto para adultos. A soja não deve ser evitada por homens, pois não há nenhum estudo relevante que aponte que ela cause alterações hormonais; e, pelo contrário, ela pode ser consumida por aqueles que desejam manter uma dieta equilibrada.

5. A soja é indicada para consumir em qual momento do dia?

A soja pode ser consumida de diversas maneiras e a qualquer momento do dia. Seja através do grão em refeições ou nas versões em bebidas de soja, em vitaminas e shakes.

6. Qual a quantidade de proteína de soja que deve ser consumida diariamente para diminuir o colesterol?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou a alegação de que o consumo diário de no mínimo 25g de proteína de soja pode ajudar a reduzir o colesterol. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação variada e a hábitos de vida saudáveis.

7. Quando comparada ao leite, as bebidas feitas com soja, tem o que de diferente?

A soja, quando comparada com o leite, naturalmente apresenta zero lactose e zero colesterol, além de ter proteína de boa qualidade (assim como o leite), mas com teor de gorduras saturadas menor, por ser de origem vegetal.

8. Existe alguma diferença entre as bebidas feitas com extrato de soja e as preparadas com proteína isolada da soja?

O extrato de soja é obtido a partir da moagem dos grãos de soja com a água, preservando, assim, as proteínas, os carboidratos, as gorduras insaturadas, as vitaminas e os minerais. Já a proteína isolada da soja é extraída da farinha de soja desengordurada e possui no mínimo 90% de proteína. Dessa maneira, o isolado proteico de soja contém somente proteína, e os demais nutrientes são eliminados na composição do produto final. Na composição de bebidas feitas com extrato e com proteína isolada da soja a quantidade de proteína e, portanto, de aminoácidos, é similar.

9. A qualidade proteica da soja é inferior à das proteínas animais?

A proteína da soja é considerada de alta qualidade. Se comparada às proteínas de origem animal, a soja possui uma quantidade consideravelmente menor de gordura saturada, com a vantagem de ser isenta de colesterol, como todos os alimentos de origem vegetal.

10. Quais são as consequências de acrescentar soja na dieta?

A soja, como fonte de proteína de boa qualidade, pode ser incluída dentro de uma alimentação equilibrada para indivíduos de todas as idades.

10-duvidas-sobre-a-soja-seus-beneficios-e-formas-de-consumo

Foto: divulgação

Veja mais!