Publicado por Redação

Com a crescente onda de pessoas que descobrem que são alérgicas à lactose e a busca pelo emagrecimento, o leite e seus derivados estão deixando de ser consumidos regularmente. Acontece que inúmeros estudos revelam que é possível manter uma dieta saudável e o peso em dia mesmo consumindo esse tipo de alimento.

Ana Paula Del´Arco, nutricionista, explica que o fato de engordar ou emagrecer é o resultado de uma conta bem simples: a quantidade de calorias que você come e a quantidade que você gasta. Por isso, na opinião da especialista não existe alimento vilão isolado.

Os hábitos incorretos são os que levam as pessoas a engordarem e não o consumo de um determinado grupo de alimento.

Comprovações científicas dos benefícios dos alimentos derivados do leite

Foto: depositphotos

Pesquisas sobre a dieta com lácteos

Em relação aos produtos derivados do leite, a profissional lembra de uma pesquisa onde 18 mil mulheres magras participaram de um estudo durante 11 anos. Dessas, oito mil tornaram-se gordas durante esse tempo. Curiosamente, aquelas que conseguiram manter o peso magro foram justamente as que consumiram durante esse tempo, os produtos lácteos ricos em gordura.

Outro estudo apontado pela nutricionista foi o que acompanhou durante três anos cerca de 46 mil crianças e adolescentes. Desses, 38% estavam menos propensos a ter excesso de peso, mesmo consumindo leite e seus derivados. Essa mesma pesquisa concluiu que, se as crianças aumentassem o consumo do leite no dia a dia, 13% delas reduziriam as chances de sobrepeso no futuro.

Benefícios dos derivados do leite

Diante dessas evidências científicas, a nutricionista Ana Paula Del´Arco adverte:

– As pessoas que consomem lácteos são as mais saudáveis. O perfil desses consumidores é de indivíduos que buscam uma vida mais leve e uma dieta equilibrada;

– A proteína presente no leite e seus derivados promovem a saciedade e, com isso, diminui a compulsão alimentar. Isso se deve a sua composição que é 80% de caseína e 20% de proteína de soro, cuja primeira substância demora a ser absorvida pelo organismo;

– Segundo a nutricionista, o cálcio presente nos produtos lácteos regula a adiposidade. Isso ocorre por conta que esse mineral aumenta a lipólise, que é a quebra de gordura corporal, para que o corpo tenha energia. Esse processo inibe a atuação da enzima que deposita gordura nas células;

– A Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, fez um experimento científico que revelou que as pessoas que consomem iogurte são mais magras. Sendo esse um dos produtos lácteos mais populares entre os indivíduos que praticam atividades físicas.

Veja mais!