Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Ainda sob constantes estudos, a vitamina B17 é também conhecida como amygdaline laetrile. A mesma ainda não tem comprovações muito convincentes, mas há integrantes da medicina alternativa que a consideram como uma possível opção para cura do câncer. Todavia, a medicina científica condena e não reconhece, de fato, que há benefícios nesse nutriente.

Origem da nomenclatura amygdalin

Aproximadamente nos anos 70, um cientista deu a uma vitamina, a qual ele tinha como objetivo aplicá-la na cura do câncer, o nome de amygdalin. Posteriormente, a mesma ganhou a nomenclatura de vitamina B17, período em que a mesma passou a ser difundida como uma possível cura para o câncer.

A vitamina B17 e seus possíveis benefícios

Foto: Reprodução/ internet

Ainda faltam evidências que confirmem, comprovem algum caso de cura do câncer por meio desse nutriente. Há, inclusive, médicos que afirmam essa vitamina ser venenosa e oferecer grande risco de morte para aqueles que há consumam. Muitos até atribuem a amygdalin a responsabilidade de ter desenvolvido câncer em pacientes por envenenamento por cianeto.

Venda proibida

Recentemente, a também conhecida como laertrile (nomenclatura mais utilizada quando na versão de comprimidos), teve a sua comercialização proibida nos Estados Unidos. Tal medida foi tomada em decorrência de alegações de médicos que insistem na afirmação de que a vitamina B17 não promove benefícios ao corpo no que diz respeito à cura do câncer, assim como nenhum outro tipo de efeito benéfico. Mas que pode, sim, causar a morte dos pacientes.

Por outro lado, integrantes da medicina alternativa defendem essa vitamina afirmando que tratamentos de quimioterapia possuem elementos bem mais nocivos que a vitamina B17, e que a presença do cianeto na mesma é fundamental para a eliminação de tumores cancerígenos. Esse mesmo grupo alega que a comunidade médica americana utiliza de argumentos falsos para que a vitamina B17 não seja tida como possível cura do câncer e enfraqueça a indústria farmacêutica.

Veja mais!