Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

De nome científico Mammea americana, o abricó é também conhecido como abricó-do-pará, abricote e abricoteiro. Seu fruto é carnoso, possui apenas uma semente, é duro e redondo.  O fruto é consumido principalmente nos Estados Unidos, e no Brasil é mais consumida no estado do Pará. A árvore é frondosa, grande e piramidal, e pode chegar aos 15 metros de altura. As folhas podem medir até 14 cm de comprimento, e são pecioladas. As flores são brancas, perfumadas e aparecem solitárias ou em pares opostos. Dos brotos da árvore é produzido o momin, uma bebida alcoólica. A bebida pode ser preparada por meio dos brotos amassados e fermentados, e a bebida é semelhante ao vinho.

Abricó - Benefícios e propriedades dessa fruta

Foto: Reprodução

Benefícios e indicações do Abricó

É indicado para problemas digestivos, febre, combate aos insetos como bicho-do-pé, limpeza do sangue, combate à malária, reumatismo e vermes. A sua resina, assim como suas folhas e raízes, são vulnerárias e inseticidas, principalmente contra o bicho-do-pé, e delas é extraído um excelente remédio para picadas de inseto.

O uso na medicina popular é aplicado ainda ao combate dos cálculos renais, gota, ácido úrico, arteriosclerose, tumor, além de fortalecer os dentes, prevenir a piorreia, hipertensão arterial e a deficiência de vitaminas B1 e C. Possui vitaminas A, B1, B2, B5 e C.

A essência das flores do abricó trabalha ainda a deficiência mental, fazendo a reconexão dos canais energéticos no nível mental. É um floral indicado para quem tem dificuldade em concretizar e realizar. É indicado ainda para aqueles que tem dificuldade de efetuar trabalhos de comando nas salas de aula, no trabalho, para aqueles que possuem dificuldade auditiva e para crianças ou adultos que tem dificuldade em prestar atenção em aulas. É ainda eficaz na medicina caseira para combater febre e sapinho.

Cuidados necessários

O fruto tem que ser descascado com cuidado pois, tanto a casca quanto a massa onde se encontra a polpa, contêm uma substância amarga e acre. O contato desta com os lábios ou com a língua produz mal estar que pode permanecer por horas.

Para cultivo, a planta deve ser semeada ou plantada por meio de mudas, de setembro a novembro em locais cujo clima seja quente e úmido, e tenha solos férteis. Os frutos são colhidos no outono.

Veja mais!