Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

De nome científico Beta vulgaris, a acelga é uma planta nativa da Europa, onde nasce espontaneamente e apresenta muitas variedades. Amplamente cultivada em todas as zonas temperadas do mundo, a acelga possui raiz tuberosa, ao contrário da selvagem. Com folhas verde-claras e grandes, suas hastes são de coloração branca, amarela ou ainda vermelha, dependendo de sua variedade.

Como consumir e conservar?

Acelga - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Muito comum na culinária Japonesa, a acelga pode ser consumida na forma de salada, usando suas folhas cruas, que também podem ser cozidas ou ainda refogadas. O caule pode ser cozido, frito ou usado em sopas de legumes. Suas folhas podem ser usadas ainda para preparar uma infusão usada na medicina popular.

Benefícios

Sendo um dos alimentos mais completos para a nutrição, a acelga possui uma lista extensa e impressionante de nutrientes e, embora possa ser encontrada durante o ano todo, o inverno é a época em que ela possui melhores valores nutricionais.

Rica em vitaminas K, A, C e E, a planta promove a saúde dos ossos e da vista, além de agir como antioxidante, combatendo os radicais livres, que são responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele. Além disso, previne a deficiência de ferro, aumenta a imunidade e possui ação anti-inflamatória, ajudando a reduzir sintomas de asma, artrite reumatoide e osteoartrite. A vitamina K é crucial, ainda, para o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso, promovendo a saúde e combatendo problemas neurológicos.

O potássio, presente na planta, ajuda a manter a pressão arterial controlada, assim como a função cardíaca. É eficaz na prevenção da hipertensão arterial, aterosclerose e, além disso, rica em ferro, a acelga é fonte de energia. Seu consumo auxilia ainda na diminuição dos sintomas da gastrite, na eliminação das toxinas do sangue e no combate à anemia e fraqueza. A planta possui ainda ácido siríngico e fibras, auxiliando no processo de regulação dos níveis de açúcar no sangue, sendo excelente para aqueles que sofrem com o diabetes.

Chá de acelga

O chá de acelga deve ser feito com a proporção de 50g das folhas para cada litro de água. Em uma panela, coloque a água e as folhas, e leve ao fogo. Ao alcançar fervura, marque dez minutos deixando a mistura em ebulição. Em seguida, desligue o fogo e tampe, deixando descansar por mais algum tempo. Quando a mistura amornar, coe e consuma até três xícaras ao dia.

Contraindicações

O consumo de acelga não apresenta contraindicações registradas na literatura sobre medicina popular.

Veja mais!