Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O avelós (Euphorbia tirucalli L.) é uma planta de origem africana encontrada no Norte e Nordeste do Brasil. Essa planta produz uma seiva semelhante ao látex e possui propriedades anticarcinogênicas, antiasmáticas, antiespasmódicas, antibióticas, antibacterianas, antiviróticas, fungicidas e expectorantes, além de ser purgativo e anti-sifilítico.

Planta avelós

Foto: Reprodução

A planta é um tradicional ingrediente de chás medicinais e garrafadas (tipo de bebida feito a partir de ervas popularmente conhecidas como medicinais) e atribui-se a ela algumas características antitumorais, entretanto ainda não há comprovações científicas. O avelós despertou a curiosidade de um empresário nordestino, após a melhora de um familiar com câncer que realizou um tratamento com a planta, então, o empresário decidiu investir em pesquisas e, na fase pré-clínica (testes em células em cultura e em animais), foram demonstrados resultados positivos em diversos tipos de tumores sólidos.

O avelós está sendo pesquisado no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa e pode tornar-se o princípio ativo do primeiro medicamento nacional para o tratamento de câncer. Sabe-se que a planta age inibindo enzimas relacionadas à multiplicação dos tumores, além de seu potencial como anti-inflamatório e analgésico.

A parte utilizada da planta é o látex, que deve ser dissolvido em água. O látex puro é perigoso, irrita a pele e os olhos, e pode provocar hemorragia. Por esse motivo, é recomendado manter o avelós longe de crianças e animais.

Modo de usar

Uso interno:

  • Extrair três gotas de uma haste carnuda e colocar em um copo com água pura. Tomar uma colher (sopa) dessa água, de quatro a seis vezes ao dia;
  • Diariamente, durante uma semana, em um copo de água (200 ml), adicionar uma gota do látex. Dividir a água em três doses, tomar uma dose pela manhã, outra ao meio dia e a última à noite. Na 2ª semana, acrescentar duas gotas de látex; na semana seguinte, três gotas e, na 4ª semana, quatro gotas;
  • Adicionar seis gotas de látex do avelós em dois litros de água. Tomar um copo três vezes ao dia;
  • Adicionar uma gota de látex em um copo de água. Tomar uma colher (sopa) a cada hora.

É recomendando preparar a bebida somente no momento de consumir. É necessário ter atenção com a quantidade, pois doses elevadas são tóxicas.

Uso externo:

  • Para dores reumáticas, passar o leite diluído de duas a três vezes ao dia.
  • Para verruga e calo, pingar uma gota do látex no local.

Indicações

O avelós é indicado para casos de verruga, calo, câncer, sífilis, tumor canceroso e pré-canceroso, neoplasias neuralgia, cólica, asma e gastralgia.

Escrito por Débora Silva

Veja mais!