Publicado por Beatriz Helena Cano
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Planta medicinal poderosa, a hera, se consumida em sua forma natural, pode ser tóxica. A recomendação é que ela seja ingerida através de fórmulas de remédios encontrados em lojas naturais e farmácias de manipulação e que possuem características curativas.

Hera

Foto: Reprodução

Seu nome científico é Hedera helix e a sua família de plantas é a Heraliceae. Conhecida também como hera inglesa, hera verdadeira ou hera venenosa, ela é originária da Europa, mas pode ser encontrada na Ásia e nas Ilhas Canárias. No Brasil, ela é encontrada apenas como uma flor ornamental, conhecida como trepadeira. As suas flores são de cor amarelo-esverdeado.

Apesar dos frutos amadurecerem na primavera, seu consumo não é recomendável porque eles são tóxicos.

Benefícios e propriedades

A hera, quando componente de remédios naturais, pode ser usada para curar tosses fortes, especialmente as com catarro. Além disso, suas ações são analgésicas, expectorante, calmante, cicatrizante, hidratante e lipolítica.

Quando a gripe ou a bronquite estão fortes, recomenda-se tomar ½ xícara de chá de hera para expectorar o catarro, já que suas propriedades são bronco-dilatadoras. Além disso, compressas ajudam na cicatrização de machucados.

E seus benefícios contemplam também a estética. Um banho com a infusão da planta garante uma pele mais macia e hidratada, porém é preciso ter cuidado para não exagerar na dose. A dica é colocar sempre mais água e evitar as partes intimas. Devido as suas ações de beleza, ela é facilmente encontrada como substância principal em produtos cosméticos, como creme contra celulites e antirrugas.

O uso dessa planta em excesso pode causar vômitos e diarreia, irritação gástrica e em casos mais graves, pode levar ao estado febril. O uso indevido das compressas causa dermatites.

Indicações

  • Controla crises de asma;
  • Ajuda no controle da bronquite;
  • Diminui as celulites;
  • Ameniza a laringite;
  • Auxilia no tratamento de gota;
  • Ajuda no combate ao reumatismo;
  • Diminui os calos;
  • Trata queimaduras;
  • Acelera a cicatrização;
  • Ameniza dores;
  • Age como calmante natural.

Contraindicações

A Hera é contraindicada para crianças e mulheres grávidas. Quem possui hipertireoidismo também não deve ingerir. Consulte um médico antes de tomar o chá da planta.

Como fazer chá de hera?

A folha seca é a única parte utilizada para fazer compressas e para doses pequenas.

Em uma chaleira com água, coloque as folhas frescas e espere ferver. Tampe e deixe por 10 minutos. Coe e adoece com açúcar ou adoçante.

Para fazer a compressa, coloque as folhas secas em água gelada, amasse bem as folhas e aplique com um pano umedecido.

Curiosidade!

Na Grécia antiga acreditava-se que a ingestão dessa planta evitava que alguém se embebedasse pela ingestão exagerada de vinho.

Veja mais!