Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O cobre é dos nutrientes mais conhecidos pela sua eficácia em proporcionar inúmeros benefícios ao organismo humano, tais como: estimular o crescimento de forma correta, aplicação do ferro no organismo, promover reações enzimáticas, dar sustentação aos tecidos conectivos, tonificar os cabelos, olhos, evitar o envelhecimento e gerar energia. O sistema cardiovascular também é beneficiado por meio da ação desse nutriente dentro do corpo humano.

Os benefícios do cobre

Indispensável para o correto funcionamento de todos os órgãos corporais, o cobre é um nutriente o qual não possui sua produção no interior do corpo humano. Dessa forma, o mesmo necessita de ser obtido por meio de fontes externas, a exemplo dos alimentos. O cobre é considerado o terceiro mineral mais predominante no interior do organismo, realizado, sobretudo, pela proteína de plasma no sangue, proveniente da ceruplasmina.

Benefícios do cobre para a saúde corporal

Imagem: Reprodução/ internet

Confira a lista das principais funções e benefícios deste nutriente:

– Combate a artrite
– Favorece o crescimento ideal
– Estimula a pigmentação dos cabelos e olhos
– Auxilia nos tecidos conjuntivos
– Estimula a ação cerebral
– Regula a utilização de ferro e açúcar
– Favorece as reações enzimáticas
– Auxilia no combate ao envelhecimento
– Amplia a produção de energia
– Estimula propriedades bactericidas
– Regula o funcionamento das glândulas da tireoide
– Favorece o aumento da imunidade

O que provoca a falta do cobre?

– Anemia
– Dilatação das veias
– Reduzida contagem de glóbulos brancos
– Desequilíbrio dos batimento cardíacos
– Temperatura corporal baixa
– Defeitos congênitos
– Distúrbios da tireoide
– Fragilização dos ossos
– Osteoporose
– Altos níveis de colesterol
– Baixa resistência contra infecções

Existem ainda outros sintomas considerados secundários, mas que, vez por outra, podem atingir pessoas, são eles: palidez, úlceras, letargia, edema, queda de cabelo, crescimento atrofiado, diarreia, anorexia, dermatite e sangramento pela pele. Há também os casos de menino (ainda na infância) que podem sofrer da deficiência de cobre hereditária da síndrome de Menkes. Nesses casos, ainda que raros, o armazenamento de cobre se dá de forma insuficiente, sendo necessário acompanhamento e tratamento médicos urgente.

Alimentos ricos em cobre

Carnes, frutos do mar, fígado, farinha de grãos de soja, feijão, amêndoas, farelo de trigo, cevada, abacate, nozes, alho, beterraba, melaço e lentilhas são alguns dos alimentos ricos em cobre. A ingestão de água de tubos de cobre é também outra forma deste mineral se fazer presente no interior do organismo. Por fim, ostras são mais um exemplo de fonte de cobre para o corpo humano.

Veja mais!