Publicado por Redação

Você certamente já deve ter ouvido falar em sabonete de aroeira. Este produto industrializado serve como antisséptico e por isso é muito utilizado no sentido de limpar ferimentos e deixá-los livres de bactérias, auxiliando assim no processo de cicatrização.

As propriedades do sabonete provêm dos princípios ativos presentes na aroeira, a planta. Além destas, a erva também possui outras ações no organismo, garantindo mais saúde para os pacientes de forma interna e externa. Confira, a seguir, como e quando usar a aroeira.

Propriedades medicinais

  • Adstringente;
  • Antidiarreica;
  • Anti-inflamatória;
  • Antileucorreica;
  • Bactericida;
  • Balsâmica;
  • Diurética;
  • Emenagoga;
  • Estomáquica;
  • Fungicida;
  • Purgativa;
  • Tônica;
  • Vulnerária.

Quais as utilizações da aroeira?

Chá de aroeira é bom para que? Descubra benefícios

Foto: Wikimedia Commons

Aroeira é considerada uma planta versátil, tendo em vista que atua no organismo tanto de forma interna como também externamente. Por esta razão, pode-se dizer que a erva pode ser usada para tratar problemas como gastrite, azia e diarreia.

Além de atuar no sistema digestivo, a planta ainda é indicada no sentido de viabilizar mais saúde no sistema urinário, prevenindo e tratando casos de cistite e uretrite. O sistema imunológico também é beneficiado com esta planta, uma vez que o chá da aroeira serve para tratar blenorragia, tosse, febre e bronquite.

Todos os benefícios já citados anteriormente são efeitos causados internamente no organismo. Contudo, a aroeira também tem uma atuação importante na área externa do corpo. Por isso, é utilizada para tratar infecções cutâneas, ferimentos, reumatismo, erisipela, artrite, dores ciáticas e gota.

Preparando o chá da planta

Para se beneficiar com todas as propriedades e utilidades do chá de aroeira, é necessário utilizar as cascas desta planta para preparar um chá. A forma de preparo, porém, é diferente dependendo da aplicação que este chá terá na saúde.

Por exemplo, se a aroeira será utilizada de forma interna é indicado fazer um chá com 100 g do pó das cascas da planta e um litro de água filtrada. Leve tudo para o fogo e deixe ferver por cinco minutos. Em seguida, coe e adoce se preferir. Desta substância, você deve beber até quatro colheres (de sopa) por dia.

Já se o chá da planta for utilizado para fins externos. Basta cozinhar 25 g das cascas da planta em um litro de água. Após o processo de cozimento, aguarde o chá amornar e depois utilize da forma mais apropriada. Por exemplo, se o problema externo for em apenas uma região do corpo faça compressas do líquido com o auxílio de um pano. Caso seja um problema em várias partes do corpo, é mais indicado um banho com a substância.

Veja mais!