Publicado por Agnes Rafaela
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A arruda, espécie de nome Ruta graveolens, pertence à família Rutacae e ao gênero Ruta, é uma planta muito utilizada na preparação de chás. Estas plantas também são habitualmente cultivadas em jardins, esta prática está bastante difundida em todo o mundo, por esse motivo, também pode ser chamada por arruda-dos-jardins.

Chá de arruda - Benefícios da planta e sua infusão

Foto: Reprodução

Essa planta normalmente é ramificada a partir da base e tem altura medindo no máximo um metro, sua estrutura também é dotada de caule lenhoso e folhas carnudas. Suas flores têm pequeno porte com a cor amarela e seu fruto é como uma cápsula que pode conter quatro ou cinco logos, sendo estes abertos em sua parte superior, de forma a dar origem a quatro ou cinco valvas, quando estão maduros.

A arruda possui em sua composição óleo essencial, flavonoides, metilnocilcetona, furacumarinas, alcaloides, taninos e rutina, sendo esta última sua substância mais importante. A rutina é responsável por fornecer resistência aos vasos sanguíneos, sendo este seu principal atributo.

Benefícios da planta para saúde

Segundo sabedorias populares e certificado por estudos científicos, a planta é indicada para mulheres que necessitam regular seus respectivos ciclos menstruais, pois ela estimula o útero e promove o sangramento menstrual. Lamentavelmente, devido a isso, às vezes é utilizada para fins abortivos.

Se atendo apenas aos benefícios da planta, podemos citar seu uso no combate à conjuntivite, assim devendo ser manipulada da seguinte forma: amolecendo as folhas acrescendo água mineral e após isso embeber algodões nessa água para serem posteriormente aplicados sobre os olhos fechados. As folhas também podem ser fervidas antes disso, mas devem estar em temperatura ambiente.

Veja outras indicações e propriedades da arruda

Propriedades medicinais: calmante, adstringente, antinevrálgica, analgésica, antitetânica, antiasmática, antiespasmódica, anti-inflamatória, anti-hemorrágica, antiepilética, anti-histérica, aromática, carminativa…

Trata: olhos cansados e inflamações nos olhos, pneumonia, onicomicose, insônia, parasitas (piolhos), feridas, sarna, varizes, vermes, prisão de ventre, etc.

O uso da arruda ainda se relaciona com o envolvimento de crendices e saberes populares, onde se destina o uso da planta em rezas que visam espantar espíritos ruins quando colocado em ambientes ou para combater o mau olhado quando colocado atrás da orelha. Sua utilização no preparo de chás também é um dos modos mais comuns de se aplicar a arruda, onde, além de atuar no controle menstrual serve para tratar as dores menstruais.

Receita do seu chá

Ingredientes:

– Uma colher de sobremesa cheia de folhas de arruda

– Água fervente

Modo de fazer:

  • Colocar as folhas em uma xícara de chá;
  • Adicionar a água fervente e cobrir a xícara;
  • Deixar esfriar até atingir uma temperatura adequada para beber
  • Coar o chá e ele estará pronto para uso.

Atenção!

Vale considerar que o uso contínuo do chá pode trazer riscos de problemas ao fígado e rins; também não deve ser consumido por crianças menores de seis anos e nem por mulheres gestantes.

Veja mais!