Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O processo digestivo de alimentos que possuem muitas fibras e carboidratos é demorado e trabalhoso, tanto para o estômago quanto para o intestino. Essas substâncias fermentam nesses órgãos e por isso há uma maior tendência de formar gases. Claro que todo organismo é diferente e algumas pessoas podem não sentir os incômodos causados por determinados alimentos.

De acordo com estudos, uma pessoa adulta expele, diariamente, 20 gases. Todavia, há quem elimine mais flatulências devido o consumo de certas refeições. Além disso, existem outros motivos que contribuem para a composição dos gases, a exemplo da deglutição do ar e outros hábitos comuns à mesa.

Alimentos que favorecem a formação de gases

  • Ervilha, milho, feijão;
  • Pães e massas brancas no geral;
  • Couve de Bruxelas, nabo, cebolas e pepino;
  • Leite e iogurte;
  • Algumas frutas como melancia, abacate e melão;
  • Couve-flor e brócolis;
  • Batata, cenoura cozida e espinafre.

Além dessa variada lista, existem alimentos que mesmo não possuindo grandes quantidades de carboidratos- não sendo, portanto, produtores de gases em alta escala- são responsáveis pela formação de flatulências mau cheirosas, haja vista que em suas composições existe um componente chamado enxofre, são exemplos desse caso a lentilha, soja, ovo, repolho, carnes, alho, bacalhau, camarão etc.

Homem com as maos na barriga sentindo dor

Foto: Depositphotos

Hábitos alimentares que auxiliam na produção de flatulências

Os alimentos não são causas exclusivas na formação de gases no organismo, pelo contrário, existem outros motivos que levam ao incômodo causado pelas flatulências. Por exemplo, o hábito de comer rápido favorece esse surgimento devido ao fato dos alimentos não serem triturados corretamente, sendo trabalhoso para o estômago realizar o processo de digestão. Falar e comer ao mesmo tempo também contribui, isso porque o ar deglutido é em maior escala.

Ingerir alimentos ricos em fibras e mesmo assim não beber muita água ou consumir bebida alcoólica em excesso, são dois fatores que desequilibram o ritmo do intestino e podem ajudar a formação de gases.

Como evitar os gases?

Prefira fazer refeições em pequenas proporções, não falar enquanto está mastigando e realizar esse processo de boca fechada. Diminuir o consumo de alimentos ricos em carboidratos também ajuda a evitar os gases. Existem no mercado cápsulas de carvão vegetal que prometem absolver as flatulências do organismo, basta tomar duas diariamente, durante quatro dias.

Todavia, quem está fazendo tratamento paralelo para atenuar outros problemas e por isso faz uso de medicamentos adversos, não deve utilizar da técnica do carvão vegetal, haja vista que esse remédio acaba diminuindo ou até anulando os efeitos de outras medicações. Nesse caso, basta optar por tratamentos naturais, como a elaboração de chás caseiros ricos em propriedades carminativas, ou seja, capazes de eliminar os gases. Como exemplo pode-se citar os chás de camomila com erva-doce, erva cidreira, capim-cidreira ou chá de cardomomo.

Veja mais!