Publicado por Michelle Nogueira
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A coqueluche, também conhecida como tosse comprida ou pertússis, é uma doença infecciosa aguda, que acomete pessoas nos mais diversos países. Seu contágio se dá através do contato com gotículas de saliva do doente, passadas pela tosse, espirros ou até mesmo pela fala. Apesar de poder ocorrer em qualquer fase da vida, a infecção é mais comum em crianças menores de dois anos.

É de teor grave, pois se não tratada, pode acabar evoluindo para pneumonias, ou outras complicações pulmonares, neurológicas e hemorrágicas. A coqueluche se divide em três fases sintomáticas. Na primeira, conhecida como fase catarral, os sintomas podem ser confundidos com os da gripe, pois apresenta febre baixa, espirros, coriza, lacrimejamento, tosse noturna, mal-estar e falta de apetite. Essa primeira etapa dura uma ou duas semanas. Já o segundo estágio surge a partir da segunda semana, e é chamado de paroxístico. É aqui que começam as tosses espasmódicas, com acessos agudos. Por fim, por volta da quarta semana, entra a fase de convalescença, em que os sintomas começam a regredir até desaparecerem.

Alguns remédios caseiros auxiliam no alívio dos sintomas, mas não curam a doença. Utilize essas receitas como um complemento do tratamento prescrito pelo médico.

Coqueluche: trate essa doença com práticos medicamentos naturais

Foto: Reprodução/ internet

Chá de jatobá

O jatobá é uma planta rica em propriedades expectorantes, antibacterianas, descongestionantes e anti-inflamatórias, que além de aliviarem os sintomas, fortalecem o sistema imunológico. Coloque 500 ml de água para ferver, junto com uma colher de sopa de cascas de jatobá por 15 minutos. Depois, retire do fogo e deixe amornar. Coe, e beba até três xícaras desse chá ao dia.

Chá de sabugueiro

Coloque quatro colheres de sopa de sabugueiro picado em um litro de água e leve ao fogo por 15 minutos. Espere o chá ficar morno, coe e beba três xícaras ao dia.

Xarope de mel e mamão

Pique um mamão e leve ao forno junto com um pouco de mel. Espere até que se forme o xarope. Coloque em um recipiente, e tome uma dose toda vez que a tosse começar a se manifestar.

Xarope de nabo

Além de aliviar os sintomas da coqueluche, o xarope de nabo é também muito bom no tratamento da bronquite crônica. Corte o nabo em rodelas, as cubra com mel e deixe durante toda a noite ao sereno. Pela manhã, escorra o xarope que se formou, coloque em um refratário e tome duas colheres de sopa cinco vezes ao dia.

Xarope de mel e agrião

Prepare um suco puro com as folhas e talos de agrião, adicione mel na mesma quantidade, e então leve ao fogo. Deixe ferver até que o xarope comece a aparecer. Desligue o fogo, deixe esfriar e tome três colheres de sopa ao dia.

Veja mais!