Publicado por Redação

Cravo: para que serve e como usar? Descubra nesse post quais os benefícios desta especiaria e como fazer o consumo dela.

O cravo da índia é uma especiaria nativa da Indonésia e com muito benefícios para a saúde. Ele, que nos tempos das grandes navegações, já chegou a ser comparado ao ouro, pode ser encontrado em qualquer mercado nos dias de hoje.

A erva, onde são retiradas e secas a parte das flores, é reconhecida pelo sabor forte e característico. Dessa forma, sendo utilizada em muitos pratos, não só doces, como também salgados.

Mas se engana quem pensa que o cravo da índia é só mais um tempero, já que ele possui inúmeras qualidades medicinais. Veja quais os benefícios do cravo abaixo.

Para que serve o cravo da índia?

O cravo é uma especiaria usada há séculos, tanto pelo seu sabor e cheiro marcantes, quanto pelas suas qualidades medicinais.

Mesmo sendo de origem indonésia, o cravo da índia levou este nome na época das grandes navegações. Já que toda a área onde ele era encontrado foi denominada de Índias pelos navegadores.

O cravo da Índia serve para aliviar dores de cabeça, dente e cólicas

O cravo da Índia é um poderoso antisséptico e analgésico (Foto: depositphotos)

Há inúmeros benefícios no consumo do cravo, como por exemplo o alívio de infecções e dores. Isso acontece porque a especiaria tem propriedades analgésicas e antissépticas, que auxiliam no tratamento de várias doenças.

As principais enfermidades que podem ser tratadas com esses ativos são: dores de cabeça e as decorrentes de inflamações, como dor de dente e a garganta inflamada. O cravo também pode ajudar a diminuir as dores das cólicas menstruais.

Outro benefício do cravo para a saúde é ajudar a regular o sistema digestivo. Dessa maneira, diminuindo as náuseas e desconforto causados pela má digestão, regulando o intestino.

O cravo ainda pode ser usado para acabar com o mau hálito, por causa das propriedades antissépticas e ajudar a prevenir diversas doenças, por ter ação antioxidante.

Um outro benefício pouco conhecido do cravo da índia é ajudar no fortalecimento de unhas e cabelos, já que ele auxilia na circulação do sangue pela região e melhora a saúde dos fios e das unhas.

Veja também: Receita com vinagre é benéfica para deixar as unhas bonitas

Cravo da índia é bom para emagrecer?

Sim, caso esteja procurando meios naturais de emagrecer, começar a adicionar o cravo na alimentação, pode ser de grande ajuda. Isso acontece porque a especiaria tem ação termogênica.

Dessa forma, ele acelera o metabolismo, fazendo com que o corpo consuma mais calorias e queime gordura. Mas, para garantir essa ação, é importante aliar com alimentação saudável e  a prática de exercícios físicos frequentemente.

Outro benefício do cravo que favorece o emagrecimento é a sua capacidade de diminuir a vontade de comer doces. 

Cravo pode ser usado por hipertensos?

Sim, hipertensos podem consumir e até serem beneficiados com o cravo. Já que ele ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim e melhorar a circulação sanguínea.

Com isso, ele pode ajudar a controlar a pressão alta. Mas vale sempre lembrar que nunca se deve abandonar os tratamentos passados pelo médico. Ervas medicinais devem ser usadas geralmente como complemento deles e tudo com autorização médica.

Modos de consumo do cravo?

O cravo da índia pode ser consumido de diversas formas. A mais comum é como temperos ou para finalizar receitas. Mesmo no Brasil sendo mais comum o uso da especiaria em alimentos doces, em especial os feitos com milho, o cravo é usado como tempero para carnes em muitos locais do mundo.

Por ter ação termogênica, o chá de cravo da Índia é indicado para quem deseja emagrecer

O chá de cravo deve ser tomado antes das refeições (Foto: depositphotos)

É possível e mais eficaz, principalmente para quem quer perder peso, consumir o chá feito com o cravo da índia. Ele pode ser feito pela manhã e deve ser tomado ao longo do dia, geralmente antes das principais refeições.

Ainda se pode encontrar o cravo em forma de óleo, que é extraído das flores secas e em pó. O óleo pode ser usado para massagear áreas doloridas do corpo ou para aliviar dores de dente, e até mesmo para aliviar dores de ouvido.

Já o pó, pode ser misturado com mel e, se ingerido, ajuda com as náuseas. O também pode ser misturado com água e sal e utilizado para tratar enxaquecas.

Veja também: Compressas gelada e morna aliviam a sua dor de dente! Veja qual usar

Como fazer o chá de cravo

O chá de cravo da índia é fácil e rápido de ser feito. A boa notícia é que é possível fazer uma quantidade o suficiente para ser tomada durante o dia, já que ele não perde os seus benefícios se esfriar.

Para preparar a infusão você vai precisar de 3 ou 4 botões secos de cravo, que podem ser encontrados em qualquer supermercado, e 500 ml de água filtrada. Para preparar a bebida basta colocar a água para ferver e depois adicionar os cravos, que deve cozinhar por cinco minutos.

Logo depois o chá estará pronto e deve ser tomado antes das principais refeições, ao longo do dia. Lembre-se de não ultrapassar estas três doses diárias da bebida.

Receitas caseiras com cravo da índia

Como vimos o cravo da índia pode ser usado de várias formas e para vários fins medicinais. Não só para dores e inflamações, como também para ajudar com a queda de cabelo. Veja aqui algumas receitas caseiras com a especiaria.

Para fortalecer as unhas e os cabelos

Um dos benefícios que o cravo traz é que melhora a circulação do sangue. Dessa maneira ele pode ajudar quem sofre com a queda de cabelo e até fazer os fios crescerem melhor.

Para isso você precisa apenas de 10 botões de cravo, com isso em mãos, basta colocá-lo dentro do seu shampoo e esperar dois dias antes de usar. Este produto deve ser usado normalmente, é importante apenas massagear bem o couro cabelo, suavemente durante as lavagens. Isso ajuda ainda mais a ativar a circulação do sangue na região.

Caso esteja preocupado com as unhas fracas e quebradiças, o ideal é colocar alguns botões da especiaria em uma base neutra e usá-la sempre por baixo do esmalte. Isso faz com que as unhas fiquem mais fortes e bonitas.

Veja tambémÓleo de cravo – Suas propriedades para unhas e dentes

Para dor de dente

Por ser analgésico e antisséptico, o cravo pode ser usado para aliviar dores de dente. Para isso, basta misturar ½ colher (de chá) de azeite de oliva com uma gota de óleo de cravo e colocar na parte machucada.

Outra possibilidade é esfregar o pó ou o óleo de cravo diretamente sobre o dente que está doendo. Isso ajuda a aliviar as dores e ainda a impedir a proliferação de mais microrganismos na área.

Para mau hálito

Quem sofre com mau hálito sabe como esse problema pode ser incômodo. Para acabar com a situação, o cravo, por ter cheiro forte e ação bactericida, é um ótimo aliado e pode ser usado de duas formas.

Em primeiro lugar é possível usar o chá da mesma forma que um enxaguante bucal, dessa maneira a boca fica fresca e se elimina as bactérias.

Outra forma é mastigando alguns botões do cravo. Mas isso pode ser um pouco incômodo para quem não é acostumado com sabores fortes.

Para enxaqueca e dores musculares

Outro modo de se utilizar o cravo é massageando áreas doloridas do corpo. Até mesmo quem sofre de enxaquecas e quer uma solução mais natural para aliviar as dores intensas pode ser beneficiado. Para isso ele pode ser usado de duas maneiras.

Primeiramente com o óleo, que pode ser utilizado para massagear a área dolorida. Em segundo lugar pode ser feita uma pasta com água, sal e o cravo em pó, que deve ser espalhada pela área dolorida. Caso esteja com dor de cabeça ou enxaqueca, deve-se massagear suavemente as têmporas.

Para afastar insetos da casa

Um uso não medicinal do cravo é para afastar insetos, especialmente moscas, de dentro de casa. Para isso é preciso um limão e vários botões da especiaria.

Para utilizar, basta espetar o máximo possível de cravos na casca do limão e colocar nos cômodos da casa. O cheiro combinado do limão com o cravo ajuda a afastar estes insetos e ainda deixa o ambiente mais agradável.

Veja tambémMétodo benéfico com limão e cravo para espantar o mosquito da dengue

Mastigar cravo faz mal para a saúde?

Não, se feito com moderação pode ser até benéfico para a saúde, já que ajuda a eliminar e prevenir o mau hálito e pode ajudar quem quer perder peso.

Isso se deve ao fato de que o cravo é bactericida, então ajuda a eliminar o mau cheiro causado por bactérias que se instalam na boca e garganta. Assim, ele também ajudar a diminuir a inflamação e as dores na garganta.

O óleo de cravo da Índia é muito usado para massagens musculares

Além do chá, o cravo pode ser usado em forma de óleo e pó (Foto: depositphotos)

Para a ação de emagrecimento, mastigar o cravo reduz a compulsão por comer doces e pode prolongar a sensação de saciedade entre as refeições.

Porém, tudo deve ser feito com cuidado, já que por ser duro, o cravo pode acabar machucando a boca ou quebrando os dentes. Outro cuidado que se deve ter é com o consumo diário, que nunca deve ser maior do que o recomendado.

Existem contraindicações para o consumo de cravo da Índia?

Sim, como toda erva ou planta usada para fins medicinais o cravo possui algumas contraindicações. Mulheres grávidas devem evitar o uso do cravo para fins terapêuticos, durante toda a gestação.

Isso se deve ao fato da especiaria causar contrações no útero que podem causar um aborto. Também não é aconselhável o uso na hora do parto, pois ele apenas faz com que as dores aumentem e não tem a capacidade de ajudar com a dilatação.

Mulheres que estejam amamentando e crianças de até seis anos também devem evitar o consumo, já que o cravo pode ser extremamente prejudicial ao organismo de crianças, podendo causar até mesmo reações alérgicas.

Outros grupos de pessoas que devem evitar o consumo do cravo são as que têm problemas sanguíneos e estomacais, como úlcera e gastrite. Isso porque a especiaria pode acabar agravando estas enfermidades.

Veja também: Enjoo na gravidez – Alimentos que evitam essa sensação

Como iniciar o consumo de cravo no dia a dia?

Agora que você sabe para que serve e como usar o cravo, pode querer começar a adicioná-lo na dieta. Mas, nem todos estão acostumados com o sabor forte da especiaria.

Para isso, uma boa solução é adicioná-lo como tempero em alimentos salgados. As comidas sírias e árabes usam bastante a especiaria e podem servir de inspiração. Outro meio é usá-lo em doces, em especial acompanhados de canela, que dá um gosto mais suave para os alimentos.

Veja mais!