Publicado por Redação

A Dieta da Bela Adormecida ou do sono é o método que sugere mais horas de sono para que a pessoa não coma. Enquanto o sono é prolongado por remédios específicos, o individuo tende a comer muito pouco, em intervalos de sono que duram até 20 horas consecutivas.

Essa dieta é muito perigosa, alertam os especialistas, pois o uso indiscriminado de remédios para dormir causa dependência e pode trazer uma série de problemas de saúde.

Além disso, algumas pessoas são acometidas por severos casos de desnutrição. O que agrava ainda mais o seu estado. Confira a opinião de nutricionistas.

A dieta da ‘Bela Adormecida’ e o perigo das dietas milagrosas

A dieta da 'Bela adormecida' consiste em dormir muito e passar mais tempo sem comer

Dormir mais para comer menos é o que prega essa dieta (Foto: depositphotos)

A nutricionista do Centro Clínico Gaúcho, Paola Jesus de Sousa, diz que muitas pessoas são influenciadas por essas dietas da moda e acabam prejudicando a própria saúde.

“O universo fitness e as redes sociais acabam influenciando as pessoas a buscarem a magreza o mais rápido possível, e muitas encaram as dietas de restrição como forma de atingir esse objetivo. Mas elas não sabem ou fingem não se preocupar com os riscos. Anemia, dores de cabeça e fraqueza são alguns dos malefícios de quem restringe a alimentação ou para de comer”.

Veja também: Descubra o motivo de 95% das dietas falharem e não erre mais

Já a nutricionista franco-brasileira Sophie Deram vai mais além ao afirmar que o próprio organismo humano não se adapta bem às dietas, mesmo as mais tradicionais.

“Quando você faz dieta restritiva, nega a sua fome, sua saciedade, acaba não escutando mais as suas necessidades básicas. É como se resolvesse parar de respirar ou ir ao banheiro. Essa decisão assusta o cérebro e faz com que ele se sinta “ameaçado”. Em contrapartida, o cérebro vai se adaptar e fazer de tudo para que você volte a comer novamente. Ele vai se regular para comer mais, já que você não está escutando”, diz em entrevista ao site da Uol.

A especialista explica que é aí que surgem problemas como o efeito sanfona, quando as pessoas emagrecem e voltam a engordar sempre. Ela afirma que a maioria das pessoas engorda porque comem emocionalmente, de acordo com os sentimentos.

Por fim, a nutricionista da Intellikit, uma empresa especialista em soluções inteligentes, ressalta que toda dieta precisa de um acompanhamento profissional.

“Algumas práticas podem ser aplicadas como abolir produtos industrializados e processados, utilizar-se de produtos naturais e orgânicos, reduzir glúten e lactose, mas cada caso precisa ser avaliado e é uma dieta individualizada . Sobre o jejum eu sou totalmente contra principalmente porque pode ser muito perigoso”.

Veja também: Dieta das proteínas: vantagens e desvantagens para o corpo

Quais são as melhores dietas?

A hidratação é um fator chave para emagrecer com saúde

Alimentos variados e in natura são as apostas corretas para perder peso (Foto: depositphotos)

A nutricionista Sophie Deram mantém em seu blog na internet dicas preciosas para quem quer fugir das dietas malucas, como a da “Bela Adormecida”, e investir em uma alimentação saudável que vai fazer você perder peso naturalmente, caso seja esse o seu intuito. A especialista dá algumas dicas. Vamos a elas?

Alimentos verdadeiros

“Aumente o consumo de alimentos in natura (frescos) que são aqueles que você encontra na feira ou na ala de produtos frescos do supermercado, incluindo carne, ovos, grãos, castanhas legumes e frutas. Tem estudos que associam o consumo dos alimentos frescos e menos processados, com uma proteção contra obesidade e diabetes tipo 2”, recomenda Deram.

A nutri Sophie Deram lembra que os alimentos ultra processados como salsichas, biscoitos, iogurtes e bebidas doces, molhos prontos, macarrão instantâneo são carregados de açúcares, sal e gorduras.

A especialista cita no seu blog que até mesmo aqueles produtos industrializados que prometem a perda de peso por conter menos gordura, podem ser uma faca de dois gumes, pois podem conter mais açúcar.

Veja também: Siga a dieta japonesa e emagreça sem sofrimento

Alimentos variados

Pensando nisso, Deram aconselha que as pessoas preocupadas em comer bem apostem na variedade dos alimentos naturais. “Diversifique a sua alimentação incluindo alimentos de todos os grupos. Se você respeita a variedade e a qualidade na maioria das suas refeições, você está nutrindo bem o seu corpo e evoluindo aos poucos para um peso saudável, indo muito além de alimentos para perder peso”, ensina a especialista.

Hidratação

A água tem um papel fundamental na saúde do organismo. A especialista afirma que ela é a melhor hidratação para o nosso corpo. Mas saiba que nenhum líquido substitui a água. Tire da sua mesa os sucos industrializados e refrigerantes. Eles são grandes inimigos, cheios de açúcares e conservantes. Invista nos sucos naturais e água de coco.

Para finalizar, vale a pena lembrar que a dieta da “Bela Adormecida” ou do sono não é recomendada, pois ela torna-se perigosa por conta do uso indiscriminado de remédios para dormir e deixa o corpo desnutrido pela baixíssima ingestão de alimentos nos intervalos de sono.

Se você está em luta com a balança, procure um profissional especializado e tenha em mente que “a redução de peso natural e sustentável é muito mais ampla do que eleger alguns alimentos para perder peso. Invista em qualidade do que está comendo, cuide do seu bem-estar e da sua saúde”, aconselha a nutricionista Sophie Deram.

Veja também: O álcool pode atrapalhar na dieta, sabia?

Veja mais!