Publicado por Michelle Nogueira
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A uva e seus benefícios já são conhecidos há bastante tempo. Existem histórias de que era originária do Egito, e nascia ao redor do rio Nilo, mas há quem afirme que Noé já trazia as sementes dessa fruta dentro da Arca, para plantar depois na terra firme. O que realmente fica claro é que a sabedoria sobre as propriedades terapêuticas da uva e seus derivados vem de muito antes da medicina em si, surgir.

Além do consumo direto da fruta, seus sucos e vinhos, existe também a farinha de uva. Essa farinha é feita a partir da casca e das sementes, que apesar de riquíssimas em nutrientes, geralmente são excluídas das receitas. O uso dessa farinha é bastante democrático, e pode ser feito das mais diversas formas.

Sucos ou vitaminas

Duas ou três colheres (sopa) de farinha de uva podem ser acrescidas aos seus sucos e vitaminas, ou pode ser consumida pura mesmo. O uso diário é que vai estimular seu organismo.

Faça esfoliante natural à base de farinha de uva

Foto: Reprodução/ internet

Pães e massas

Essa farinha também pode ser utilizada no preparo de pães, massas, tortas, barras de cereais, enfim, onde sua criatividade culinária permitir. Vale salientar que não contém glúten, e tem cerca de 76% de fibras, o que melhora toda a função digestiva.

Esfoliante natural

Se misturada com mel, a farinha de uva pode ser usada como um esfoliante natural. Aplique diretamente sobre a pele após lavar com sabonete, espere alguns minutos, enxágue e veja o resultado quase imediato. De início, a pele fica mais clara, e essa mistura ainda tem ação emoliente. Se utilizada continuamente, os efeitos antioxidantes da uva vão prevenir o envelhecimento.

Para peles oleosas, use essa mistura duas vezes por semana. Pele seca ou normal, apenas uma vez por semana, de preferência à noite.

Benefícios da farinha de uva

Possui flavonoides, que ajudam a diminuir o colesterol ruim, conhecido com LDL, além de elevar o bom colesterol, evitando assim doenças cardiovasculares, como o ataque cardíaco ou o infarto. Por ter grande eficácia no sistema circulatório, com agentes que limpam o sangue, essa farinha evita o aparecimento de varizes. É antioxidante, ou seja, previne os radicais livres, doenças degenerativas e o envelhecimento precoce. Aumenta a produção de tecidos colagenosos, o que impede o aparecimento de rugas, flacidez e perda de dentes.

Auxilia também no combate de doenças da pele, como a eczema e psoríase. Diminui o cansaço dos olhos de pessoas que passam muito tempo no computador e previne doenças de degeneração da visão e da audição.

Veja mais!