Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Gálio, de nome científico galium verum L., é uma planta originária dos continentes europeu e asiático e pertencente à família da rubiácea, possuindo diversas propriedades benéficas à nossa saúde. Esta planta possui ramos que saem ao exterior e alcançam de 20 a 80 centímetros de altura, são roliços com nós um pouco mais grossos; o rizoma da árvore é bastante ramificado e apresenta cor castanho-claro; as folhas são estreitas, lineares, com os bordos enrolados até a face inferior, agudas e com numerosos pelos rígidos, brotando ao redor dos nós e em números que variam entre oito e 12 em cada um.

Possui inúmeras flores que se agrupam em um ramalhete terminal e possuem uma cor amarelada. Os seus frutos são formados em pequenos grãos acoplados, secos, lisos e sem pelos.

O chá preparado com as folhas do gálio possuem propriedades capazes de tratar algumas doenças e evitar o desenvolvimento de outras. Conheça melhor as propriedades medicinais e os benefícios proporcionados por esta planta ao organismo humano.

Gálio: benefícios desta planta para saúde

Foto: Reprodução/ internet

As propriedades e os benefícios do gálio

Considerada uma planta antiescorbútica, o gálio possui a capacidade de tratar a doença denominada escorbuto, que afeta a saúde das gengivas, fazendo com que as mesmas sangrem e inchem. Possui também ação adstringente, sendo capaz de contrair elementos. Na boca, por exemplo, contrai a mucosa. Na medicina, a propriedade adstringente é utilizada para tratar e controlar hemorragias.

Contém ação antiespasmódica, sendo capaz de combater espasmos musculares. Devido à sua propriedade anti-herpética, o gálio pode auxiliar no tratamento da herpes virose crônica orais, genitais e cutâneas. Esta poderosa planta também possui a capacidade de combater as manifestações de reincidência de tais doenças.

As propriedades desta rubiácea também combatem a transpiração e o suor excessivo no corpo. Possui ainda propriedades diuréticas e, por este motivo, é uma aliada dos rins, pois aumenta o fluxo urinário que elimina as toxinas do organismo humano.

Esta planta costuma ser utilizada na forma de infusão ou decocção.

Contraindicações e cuidados

Não foram encontradas contraindicações para a utilização do gálio na literatura consultada, mas lembre-se que o uso de plantas medicinais pode ser perigoso para a saúde, embora possuam tantas propriedades benéficas.

Todo tratamento – seja ele natural ou não – deve ser realizado apenas sob orientação de um especialista.

Veja mais!