Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A giesta, de nome científico Spartium junceum, é uma planta selvagem que exala um aroma de frescura e pureza, sendo também conhecida por outros nomes populares, como retama e vassoura-espanhola. Por este motivo, é bastante utilizada no preparo de perfumes e em determinados produtos de limpeza doméstica.

Além de chamar a atenção devido aos benefícios proporcionados pelas suas propriedades, a giesta também se destaca pela beleza de suas flores: durante o período da primavera, os montes e bermas na estrada recobrem-se de amarelo e branco, encantando a todos os que passam por ali.

Além da beleza de suas flores e o seu cheiro de frescor, a giesta também é utilizada no preparo de um chá que proporciona diversos benefícios para a nossa saúde.

Características da giesta

Giesta e seus benefícios para a saúde corporal

Foto: Reprodução/ internet

Originário do continente europeu, este arbusto possui resistência a solos pobres e salinos, mas não possui tolerância aos climas de calor excessivo. O nome científico da planta é derivado da palavra grega spartion, que indica as plantas produtoras de têxteis e que também são usadas para fazer ataduras.

O arbusto pode chegar a alcançar de 1,5 a 3 metros de altura, tendo ramos finos, flexíveis, longos e verdes. As folhas são pequenas, lanceoladas, afiadas e esparsas, com as quais a planta consegue reter líquido. Por este motivo, a giesta é denominada xerófita.

As flores nascem na ponta das folhas, são perfumadas e podem se apresentam de duas cores: brancas ou amarelas. As flores amarelas são hermafroditas e florescem na primavera e verão.

As propriedades e os benefícios da giesta

Por conter propriedades diuréticas, a giesta pode ser uma excelente aliada para os indivíduos que sofrem com problemas causados pela obesidade, pois ela consegue reduzir e eliminar o inchaço provocado pela retenção de líquidos.

Esta planta também é uma ótima opção para os indivíduos que sofrem com infecções urinários e, por conter esparteína, ela pode ser útil no combate a doenças cardíacas.

Contraindicações e efeitos colaterais

Por conter poderosos alcaloides, a giesta pode ser tóxica e representar um grande perigo para crianças e animais de estimação. Por este motivo, é importante mantê-la fora do alcance das crianças e bichinhos de estimação que possam viver na casa.

Embora não tenham sido encontrados outros efeitos colaterais e/ou contraindicações na literatura consultada, lembre-se que algumas plantas podem provocar reações adversas e apenas devem ser utilizadas sob orientação de um especialista.

Veja mais!