Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Utilizada pela população desde o período da idade média, a planta imperatória ainda é bastante desconhecida de muita gente. Nativa da Europa, a mesma tem como nomenclatura científica peucedanum ostruthium. Tal vegetal integra a família da apiaceae e é muito encontrada em áreas montanhosas da Europa, sobretudo da Suíça. Apesar de pouco conhecida, esta erva pode ser adquirida em lojas de produtos naturais, farmácias de medicamentos manipulados e, raras vezes, em feiras livres.

Com flores marcantes, pequenas e dotadas de coloração branca, a parte mais utilizada deste vegetal é a raiz ou o rizoma. Problemas digestivos são os mais comuns de serem tratados a partir do uso dessa planta medicinal.

Comercialmente, a planta imperatória é vendida em partes com tamanho entre 6 e 10 centímetros de comprimento e de 1 a 2 centrímetros de espessura razoavelmente achatadas. A mesma, até então, não possui qualquer contraindicação comprovada. Os rizomas deste vegetal possuem uma característica bastante peculiar, uma vez que são conhecidos por seu cheiro bastante picante e revestidos por uma camada rugosa.

Propriedades medicinais da planta imperatória

Imperatória: benefícios e propriedades desta planta para o organismo

Foto: Reprodução/ internet

Mesmo sem existir qualquer comprovação científica, a imperatória é empregada desde o período da idade média e também atualmente a partir da crença de que a mesma possui as seguintes propriedades:

  • Digestiva;
  • Estimulante;
  • Tônica;
  • Estomacal;
  • Diurética;
  • Carminativa;
  • Expectorante.

Benefícios desta planta

Problemas como gases e transtornos no estômago e fígado são os mais comuns de serem tratados com o uso da planta imperatória. Este vegetal atua ainda como estimulante das glândulas salivares, intestinais e digestivas.

Os benefícios medicinais deste vegetal também contemplam o tratamento contra problemas de vesícula, catarro, dor de dente e inchaços.

Receita do chá da planta imperatória

Todos os benefícios e propriedades descritas até então são alcançadas a partir do consumo do chá da imperatória. Para preparar esta bebida, faz-se necessário produzir uma infusão à base das raízes desta planta.

Inicialmente, acrescente uma colher (de chá) dos rizomas fatiados deste vegetal em uma xícara com água fervente. Feito isso, feche o recipiente com tampa e deixe descansar por até 10 minutos. Ao final, coe a mistura e faça a ingestão até três vezes ao dia.

Efeitos colaterais

Até então, uma alergia provocada pelo contato do óleo das raízes da planta com humanos foi o único efeito colateral já comprovado.

Veja mais!