Publicado por Stefanie Mouret
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Da família das Apocynaceae, a janaúba possui o nome científico Himatanthus drasticus (Mart.) Plumel. Conhecida ainda como tiborna, janaguba, pau santo, raivosa, dona joana, sabéu uma, sucuúba, banana de papagaio, angélica da mata e jasmim manga, ela pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e alguns supermercados. A planta possui largas folhas verdes e acuminadas e flores alvas. A janaúba produz látex com diversas propriedades medicinais e costuma ser utilizada nos tratamentos de algumas enfermidades.

Janaúba

Foto: Reprodução

No que é útil?

A planta possui propriedades anti-inflamatórias, febrífugas, cicatrizantes, analgésicas, vermífugas e estimulantes. É uma excelente opção para dores musculares, luxações e inflamações em geral, reduzir a febre, aliviar e em alguns casos eliminar furúnculos e feridas, artrite, herpes, problemas do sistema digestivo (como gastrite e úlcera), eliminação de vermes e bactérias, além de ainda auxiliar no tratamento de infertilidade feminina.

Como seus benefícios são muitos, a janaúba se tornou popular no país e em algumas regiões a população busca ela para aliviar diversas enfermidades. É o caso da AIDS e de alguns tipos de câncer que, segundo a crendice popular, a planta auxilia no tratamento aliviando sintomas e evitando a proliferação das células cancerígenas no organismo. Estes últimos benefícios, no entanto, já são objetos de estudos e pesquisas, mas ainda não foram cientificamente comprovados. É importante ressaltar que se deve sempre ter certeza da utilidade de determinado medicamento – seja ele natural ou não – para não colocar a saúde em risco ou sofrer algum agravante. Embora não existam contra indicações, a janaúba só pode ser consumida mediante prescrição, orientação e acompanhamento médico, já que doses superiores a 36 gotas de seu extrato podem ser tóxicas para o fígado.

Como utilizar?

Caso você encontre numa casa de produtos naturais ou em mercados o látex da janaúba, deverá diluí-lo em água para obter seu leite. Conte 18 gotas do leite e o utilize para ser diluído em um litro de água fria. Ele estará então pronto para ser consumido de forma moderada. A recomendação é que se tome duas colheres de sopa do líquido preparado após o café da manhã, duas colheres de sopa após o almoço e mais duas colheres de sopa após o jantar. Caso perceba qualquer reação indesejada no organismo, suspenda o uso e busque imediatamente auxílio médico.

Veja mais!