Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Quem deseja ou precisa emagrecer sabe da necessidade de uma reeducação alimentar e da prática de exercícios físicos regulares para alcançar o objetivo. Além de adotar estas importantes medidas, as pessoas também tentam se manter atualizadas a respeito de remédios naturais e derivados que possam ser usados como aliados no processo de emagrecimento.

Dentre a enorme variedade de produtos que surgem com a promessa da perda de peso está a noz da Índia.

O que é a noz da Índia?

A noz da Índia, de nome científico Aleurites moluccana, é um tipo de semente considerada “queima gordura”, pois age no organismo queimando a gordura acumulada, auxiliando na redução do peso e da obesidade. Essa semente de cor esbranquiçada e casca felpuda age diretamente na gordura localizada, evitando que a gordura dos alimentos se deposite no corpo, eliminando-a pelas fezes. Confira a seguir alguns dos benefícios proporcionados pela noz da Índia:

  • Reduz o colesterol e triglicérides;
  • É um excelente diurético;
  • Laxativo e purificador do organismo em geral;
  • Combate a celulite;
  • Reduz a fome e a vontade de comer doces;
  • Tonifica a pele, melhorando a sua textura e dando brilho a ela;
  • Dá brilho aos cabelos;
  • Alivia a ansiedade;
  • Devido à sua grande quantidade de fibras, esta semente prolonga a sensação de saciedade e ajuda a evitar a prisão de ventre.

É importante alertar que atualmente existem dois produtos sendo vendidos como noz da Índia. Lembre-se que a noz da Índia que tratamos aqui é de cor esbranquiçada, de casca felpuda e com um pequeno talo na ponta, com o nome científico Aleurites moluccana. O outro produto (Thevetia peruviana) é extremamente tóxico para o nosso organismo.

Noz da Índia para emagrecer

Foto: Reprodução

Como consumir a noz da Índia?

A noz da Índia é composta por 48% de carboidratos, 3,33% de proteínas, 19% de fibras e 64,5% de gorduras. É uma boa composição e a gordura é considerada saudável, no entanto, não deve ser consumida em excesso devido ao seu elevado teor calórico.

A recomendação para a primeira semana é partir a semente em 8 partes iguais e ingerir 1 parte (1/8) com bastante líquido durante o período da manhã, seja após o café da manhã ou do lanche. Na segunda semana, a semente deverá ser partida em 4 partes iguais e ¼ delas deve ser consumida ao dia.

A semente tem ação diurética e laxante, por esse motivo, deve-se beber muita água durante o dia para evitar a desidratação.

Contraindicações

O uso da noz da Índia é contraindicado para crianças até 15 anos de idade, grávidas, lactantes, maiores de 65 anos, alérgicos a antibióticos e indivíduos com problemas de pressão alta, úlcera ou problemas cardíacos.

Veja mais!