Publicado por Priscila Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Você é daquelas pessoas que tem uma dieta saudável, mas que no final de semana não dispensa aquela ida ao barzinho para beber aquele chope gelado? Ou que não dispensa a happy hour toda sexta? Bom, se você fizer isso como moderação, provavelmente não terá consequências, mas se essa dieta que você está fazendo é para perder peso, as coisas mudam. Isso acontece porque o álcool é inimigo da dieta e não vai adiantar passar a semana de dieta e depois sair para beber. Além disso, sempre vêm os petiscos junto com a bebida, o que aumenta ainda mais as calorias, então, adeus dieta!

A bebida alcoólica

A bebida alcoólica possui grandes quantidades de calorias, e quanto maior o teor alcoólico, maior a quantidade de calorias. Ela perde apenas para as gorduras. Com isso, o álcool acaba modificando o metabolismo, e mesmo que você passe a semana inteira cumprindo à risca uma dieta saudável não vai adiantar se no final de semana você se render às tentações das bebidas.

Por modificar o metabolismo, o consumo de bebida alcoólica pode fazer que com o tempo você ganhe alguns quilos a mais, de acordo com a quantidade que for consumida.

A recuperação muscular fica lenta

Para quem gosta de malhar, é bom fugir da bebida alcoólica. Quando a pessoa faz um treino pesado perde o estoque de glicogênio (carboidratos que ficam armazenados no fígado e nos músculos), o que faz com o tecido muscular precise de um reparo. Quando se bebe após um treino ou com frequência, o álcool acaba interrompendo o processo de recuperação. Isso acontece porque os altos níveis de álcool que estão no organismo deslocam os carboidratos, fazendo com que o estoque fique até 50% mais baixo do que o normal por até 8 horas.

O álcool pode atrapalhar na dieta, sabia?

Foto: Reprodução

Os níveis de água e nutrientes se esgotam

Ao beber, o álcool acaba irritando a parede estomacal, o que pode reduzir a sua capacidade de absorção de nutrientes e faz ainda você ir com mais frequência ao banheiro. A cada grama de álcool ingerido, você libera 10 ml de urina, duas cervejas, por exemplo, têm quase 270 gramas.

A gordura se acumula

Ao ingerir uma bebida alcoólica o corpo precisa lidar com o grande aumento de calorias, mas ele acaba priorizando a metabolização do álcool em vez de queimar gordura e carboidratos. E esse processo geralmente acontece mais nas coxas e glúteos. Além disso, os níveis de cortisol (hormônio ligado ao stress) se elevam, estimulando ainda mais o acúmulo de gordura, principalmente no abdômen.

Calorias de algumas bebidas alcoólicas

Veja agora a quantidade de calorias de algumas bebidas alcoólicas:

  • Cerveja: 1 lata de 350ml: 147 calorias
  • Vinho branco doce: 1 taça de 125 ml: 178 calorias
  • Vinho branco seco: 1 taça de 125 ml: 107 calorias
  • Vinho Rosé: 1 taça de 125 ml: 93 calorias
  • Vinho tinto seco: 1 taça de 125 ml: 107 calorias
  • Champanhe, filtrados, espumantes: 1 taça de 125 ml: 85 calorias
  • Vodka: 1 cálice de 20 ml: 48 calorias
  • Uísque: 1 dose de 100 ml: 240 calorias
  • Gim: 1 dose (30ml): 60 calorias
  • Rum: 1 copo de 50ml: 110 calorias
  • Licores: 1 cálice (20ml): 69 calorias
  • Cachaça: 1 dose de 50 ml: 120 calorias

Veja mais!