Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O boldo é uma planta originária do Chile, e normalmente é utilizada para tratamento de afecções do estômago. As folhas são usadas para o preparo do chá e também para a extração do óleo essencial, também muito usado na medicina popular.

O óleo essencial de boldo é totalmente natural, extraído das folhas de boldo por meio de destilação a vapor, sendo, dessa forma, conservadas suas principais propriedades e acentuadas as características de sabor, coloração e aroma. De coloração verde e amarela, o óleo essencial de boldo possui sabor e odor suaves e característicos, e podem ser encontrados para venda em casas de produtos naturais.

Óleo essencial de boldo

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

O boldo em si é colagogo, por isso estimula a secreção biliar e promove a digestão. Além disso, é auxiliar na remoção dos cálculos biliares, pois possui ação colerética, e é protetor do fígado e da vesícula biliar. Possui ação estimulante hepática, e é auxiliar na eliminação de congestão biliar e digestões pesadas, além de ajudar no tratamento da hepatite e de outras doenças. Possui ação diurética, digestiva e desparasitória, por isso pode ser usado em caso de constipação e enxaqueca relacionada à disfunção biliar e à cistite. Além disso, suas propriedades envolvem ação anti-inflamatória, antirreumática, antisséptica, hepática, inseticida, antimicrobiana, estimulante de narcóticos e vermífuga. Por isso, é eficaz na manutenção do pH do estômago, prevenção de bactérias e germes em feridas, além de estimular a circulação sanguínea em regiões afetadas pelo reumatismo, aliviando essa doença e a artrite. Age ainda matando os micróbios e inibindo seu crescimento, sendo eficaz contra fungos, protozoários, bactérias e vírus. Pode ser usado ainda como um agente eliminador de pulgas, mosquitos, piolhos e percevejos, além de outros insetos.

Forma de uso

O consumo do óleo essencial de boldo pode ser feita no estado puro, como uma forma de tempero no preparo de alimentos, saladas entre outros. Não deve ser usado para frituras. Pode ser usado ainda na forma de compressas, mas é preferível que você procure orientação médica antes de fazer uso do óleo.

Contraindicações

O consumo do óleo essencial de boldo é contraindicado apenas em caso de intolerância individual, não causando alergias ou outras reações adversas. Quando consumido em grandes quantidades, pode causar vômitos, diarreias, tonturas, alucinações audiovisuais e convulsões. Seu consumo deve ser feito sempre com supervisão médica.

Veja mais!