Publicado por Redação

Descartada pela maioria das pessoas, as sementes de certos alimentos possuem uma série de propriedades que podem ser empregadas na saúde das pessoas. Desconhecida aos olhos de muitos, as sementes da abóbora fazem parte desse grupo. Elas são ricas em fibras, ferro, zinco, manganês, magnésio, potássio, ômega 3 e 9, além de vitaminas dos complexos B e E.

De acordo com a nutróloga Tamara Mazaracki, apesar de ser considerado bem calórico, esse ingrediente é uma excelente fonte de proteína. “Cerca de 100 g das sementes fornecem quase 570 calorias, mas vêm com 30 gramas de proteína de alta qualidade como bônus. Além disso, contêm doses generosas de minerais essenciais que o corpo usa para turbinar os músculos”.

A semente da abóbora faz com que os músculos tenham mais resistência, além de agir na recuperação muscular após a atividade física intensa.

Benefícios e as propriedades das sementes de abóbora. Especialista explica

Foto: depositphotos

No que diz respeito as gorduras contidas nesse ingrediente, ela é composta por ácidos graxos essenciais. Para consumir as sementes de abóbora, a indicação é que ela seja ingerida ao natural ou então acrescida em sucos ou saladas, segundo indica Tamara Mazaracki.

Benefícios das sementes da abóbora

As sementes da abóbora são extremamente nutritivas, pois elas são ricas em fibras, por sinal, é um dos alimentos mais ricos em fibras que existem. Para conhecer um pouco mais sobre esse ingrediente, além de saber quais as demais indicações para a saúde, preste atenção a seguir:

As sementes de abóbora são consideradas um calmante natural, chegando a ser conhecida também por “Prozac natural”, devido ao efeito calmante. Isso acontece, pois ela contém altas doses de triptofano, uma substância que atua como neurotransmissor que interfere diretamente no humor.

Essas sementes também são especiais para serem consumidas em um lanchinho rápido, já que elas contêm magnésio na composição, que é um protetor do sistema imunológico e também fortalece os músculos. Além de ser consumida in natura, as sementes também podem ser transformadas em farinha. Nesse caso ela pode entrar na composição de bolos e pães.

Ainda sobre a farinha, ela ajuda a proteger o intestino de doenças, eliminando substâncias tóxicas e nocivas que se alojam nas paredes.

Farinha de abóbora

Se depois de ler esse texto você ficou tentado a incluir a semente de abóbora na sua dieta, além do consumo in natura, você pode apostar no preparo da farinha. Esse é um alimento simples de ser preparado e muito versátil, se visto pelas diversas formas que pode ser utilizado.

Para isso você vai precisar de uma abóbora. O primeiro passo a seguir é lavá-la bem em solução de água e cloro. Deixe a abóbora imersa por cerca de cinco minutos. Isso vai evitar que as possíveis bactérias entrem em contato com as sementes na hora de manusear. Assim que abrir a abóbora, retire todas as sementes e deixe-as de molho em água para separá-las bem da polpa.

O passo seguinte é colocar as sementes para secar. Nesse passo você pode deixá-las secando naturalmente, por 12 horas ou no forno, por 10 minutos. Com elas secas, o passo seguinte é colocar em uma frigideira, e torrar. O ponto certo é até que elas fiquem douradas. Por fim, use o liquidificador para bater as sementes, passando pela peneira até obter um pó bem fininho.

Veja mais!