Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O mastruço, de nome científico Coronopus didymus, é uma planta da família das Brassicaceae, também popularmente conhecida como mentruz, mastruz-miúdo, erva-de-santa-maria, mastruz-dos-índios, dentre várias outras denominações.

Erva anual nativa da América do Sul, o mastruço é encontrado em quase todo o território brasileiro, crescendo espontaneamente em terrenos de cultura e bosques arredores das habitações. Esta planta é utilizada desde a época do descobrimento e, talvez, pelos povos nativos que aqui habitavam antes da chegada dos colonizadores portugueses. Devido às suas propriedades medicinais, o mastruço traz diversos benefícios à nossa saúde.

Os benefícios do mastruço

Foto: Reprodução

Propriedades medicinais

  • Antibiótica;
  • Digestiva;
  • Expectorante;
  • Colerética;
  • Tônico pulmonar;
  • Antisséptica;
  • Depurativa (limpa as toxinas e resíduos do organismo).

Os benefícios e as indicações de uso do mastruço

Graças às propriedades que possui, o mastruço auxilia no tratamento de uma grande variedade de problemas de saúde, tais como:

  • Anemia;
  • Bronquite;
  • Ácido úrico;
  • Contusões;
  • Dores musculares;
  • Escorbuto;
  • Gota;
  • Infecção respiratória;
  • Raquitismo;
  • Vermes (solitária);
  • Escrofulose;
  • Reumatismo;
  • Traumatismos;
  • Catarro brônquico e muco espesso;
  • Estimulante das funções hepáticas;
  • Asmas;
  • Cãibras;
  • Má circulação;
  • Tosse.

Modos de usar o mastruço

A erva pode ser utilizada na forma de extrato fluído, essência, xarope, in natura, infusão, tintura e de decocção.

  • Para o tratamento de reumatismo, contusões, dores musculares, feridas, bronquite e úlceras externas: Coloque três colheres de sopa de folhas, flores e sementes frescas em um pilão e adicione um pouco de água. Amasse até que se forme uma pasta. Aplique na região afetada, com um pano ou gaze por 2 horas.
  • Como expectorante das vias respiratórias: Coloque uma colher de sopa de folhas, flores e sementes picadas em uma xícara de café e adicione água fervente. Deixe abafando por 10 minutos, coe e acrescente duas xícaras de café de açúcar cristal. Leve ao fogo até o açúcar dissolver. Tome uma colher de sopa, três vezes ao dia (metade da dose para crianças).
  • Como digestivo e estimulante das funções hepáticas: Coloque uma colher de sopa de folhas, flores e sementes picadas em uma xícara de chá e acrescente água fervente. Deixe abafando por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de chá, duas vezes ao dia, antes das principais refeições.

Contraindicações e precauções

  • O mastruço é contraindicado para gestantes e menores de 2 anos de idade;
  • Em doses excessivas, a planta é extremamente tóxica e pode levar à morte;
  • O óleo essencial da erva pode produzir náuseas, depressão do sistema nervoso, vômitos, lesões hepáticas, transtornos visuais, problemas cardíacos e respiratórios;
  • O uso interno deve ser orientado por especialista. Lembre-se que a automedicação pode ser muito perigosa!

Veja mais!