Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A planta conhecida como cordão de frade pertence à família da menta e tem origem na África Tropical. Com diversos benefícios para a saúde física e mental, a planta é encontrada em todas as regiões do Brasil, com exceção apenas da região Sul, já que a planta prefere climas mais quentes.

Benefícios e propriedades

A planta conta com propriedades, sendo um excelente medicamento natural, principalmente para problemas respiratórios como asma, bronquite, entre outras. Além disso, pode ajudar na recuperação da taxa de glóbulos vermelhos, ajudando a dar mais resistência ao organismo das crianças que saíram recentemente de quadros de doenças debilitantes.

Pode ser usado ainda para tratar fraqueza, reumatismo, gases, cistite, ácido úrico, febre, dores no abdômen, problemas no estômago, espasmos, nevralgia e malária. Suas aplicações envolvem seu benefício no tratamento de problemas nos rins, para aliviar os gases e dores abdominais, assim como melhorar a circulação sanguínea, ajudando a desinchar os pés, por exemplo, após um longo dia.

Pode ser usada ainda em adultos que passam por problemas psicológicos relacionados às capacidades pessoais e profissionais, já que ela ajuda a acalmar e estimular a resistência, dando mais coragem para que se realize as atividades diárias.

Planta cordão-de-frade

Foto: Reprodução/ internet

Como preparar o chá?

Ingredientes:

2 colheres (de sopa) das folhas trituradas
1 litro de água

Modo de preparo:

Coloque os dois ingredientes em um recipiente e leve ao fogo. Quando a mistura começar a ferver, desligue o fogo e tampe, deixando a infusão descansar por algo em torno de dez minutos. Depois desse período, basta coar e consumir. A dose indicada é entre duas e três xícaras ao dia.

O chá não precisa ser adoçado, pois as folhas são bastante saborosas. Se preferir adoçar, evite o açúcar normal, já que ele corta os benefícios do chá. Opte pelo mel ou pelo açúcar mascavo.

As folhas naturais podem ser encontradas já trituradas, prontas para o preparo do chá, em lojas de produtos naturais.

Pode ser consumida também como um condimento para a culinária. As folhas são, normalmente, usadas para o preparo de molhos e até mesmo de saladas.

Contraindicações

O consumo é contraindicado na forma de fumo, já que pode causar um efeito psicoativo comparado, inclusive, aos efeitos causados pela maconha. Recomendamos que antes de iniciar o tratamento, mesmo que com ervas medicinais, consulte um médico para obter orientações mais precisas. Podem haver interações medicamentosas e, para um tratamento preciso, é necessário um diagnóstico correto.

Veja mais!