Publicado por Nicoli Tomazella
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Poejo é conhecido como uma planta medicinal, muitas donas de casa plantam uma muda em seus quintais e fazem dele um excelente remédio natural. Indicado especialmente para o tratamento de tosse, gripe e doenças respiratórias, o poejo é conhecido como a “hortelã dos pulmões”.

Poejo

Foto: Reprodução

Os benefícios do poejo

O poejo além de ser um excelente remédio caseiro para problemas no sistema respiratório, também atua em outras áreas da nossa saúde, algumas das substâncias presentes em sua folha ajudam a reduzir a acidez no estômago, assim combate a azia e melhora a digestão. Outra forma de usar o poejo para tratamento médico é à base de compressas com a planta. Ele alivia dores reumáticas e também atua como um repelente natural, espantando moscas, pulgas e insetos.

O chá de poejo

O chá de poejo pode ajudar a melhorar a cólica menstrual, acabar com a insônia e reduzir ansiedade. Pode também prevenir prisão de ventre, aliviar a tensão nervosa, se tomado antes de uma noite de sono ele ajuda a ter um sono tranquilo durante a noite.

Para fazer o chá de poejo é simples. Coloque 2 colheres de sopa de folhas e flores picadas em 1 xícara de chá, adicione água fervente, abafe por dez minutos e coe, beba dez minutos antes das principais refeições, ou antes de sua noite de sono.

Muito além de ser um remédio caseiro

O poejo ainda, além de ser um ótimo remédio caseiro pode ajudar com o ambiente em sua casa. Você pode prepara sachês perfumados com o poejo para colocar nos armários e em outros ambientes de sua casa. E o procedimento é simples, basta colocar algumas folhas secas em pequenos pedacinhos de pano fino, amarrar firmemente e pendurar onde desejar. Além de deixar o ambiente com um cheiro agradável o sachê ajuda a afastar insetos e acabar com o mofo.

Poejo como anti-pulgas

Além de servir como remédio caseiro e sachê perfumado, o poejo pode servir de prevenção de pulgas em animais. Antigamente, os gregos e romanos, acreditavam que se aplicassem o poejo como chá frio nos pelos dos animais ele acabaria com as pulgas presentes. Esse método é usado por algumas pessoas até o dia de hoje.

Contraindicações sobre o poejo

Se consumido em excesso o poejo pode ser tóxico, devido a uma substância presente nele, a pulegona. É importante seguir as recomendações de especialistas e não ingerir o chá em excesso. Para as gestantes é importante ressaltar que deve ser evitado o uso da planta. Sua substância, borneol, pode ocasionar um aborto natural.

Veja mais!