Publicado por Redação

Muitas doenças podem ser tratadas com remédios caseiros. A esclerodermia, por exemplo, é uma dessas. Porém, isso não quer dizer que a consulta ao médico esteja dispensada ou que os remédios sintéticos precisam ser suspensos. Ao contrário, muitas vezes o tratamento em casa atua em conjunto com o que foi recomendado pelo médico.

Para descobrir isso, a melhor forma é você ir primeiramente a um profissional especialista e consulta-lo a respeito das receitas caseiras para acabar com determinados tipos de problemas.

A esclerodermia pode ser tratada com algumas receitas caseiras. Ela é uma doença provocada pela degeneração do tecido conjuntivo, e caracterizada pelo endurecimento da pele e de outros tecidos.

Ela pode se manifestar em um lugar específico ou se espalhar para outros tecidos e órgãos, inclusive.

Mais mulheres do que homens são afetadas por esse problema, que tem causa desconhecida, mas que mexe com o colágeno e é considerada uma anomalia imunológica.

Os primeiros sintomas é que a pele fica avermelhada, depois escura e torna-se fina e esbranquiçada.

O paciente sente dormência e dores nas áreas afetadas, que podem chegar a prejudicar a deglutição, o coração e causar deformidades nos dedos e rosto.

Aprenda como tratar a esclerodermia com remédios caseiros

Chá de óleo de linhaça

Trate esclerodermia com o potente chá do óleo das sementes de linhaça

O chá do óleo das sementes de linhaça pode ser mais eficaz do que você imagina para tratar esclerodermia (Foto: depositphotos)

O óleo de linhaça é rico em gorduras insaturadas que ajudam a aliviar as dores em geral.

Quando a pessoa tem esclerodermia, ela sofre com esses sintomas nos pulsos, dedos e pés.

Tomar uma colher de chá de óleo de linhaça duas vezes por dia vai aliviar os sintomas.

Veja também: Benefícios do óleo de linhaça para saúde

Óleo de peixe

Esclerodermia pode ser tratada também com receitas naturais, a exemplo do óleo de peixe

Invista no óleo de peixe para tratar a esclerodermia (Foto: depositphotos)

Durante o dia, consuma duas cápsulas de óleo de peixe.

Por ser rico em ômega-3, o óleo de peixe vai reforçar o seu sistema imunológico e combater as inflamações que causam as dores nos pacientes com esclerodermia.

Veja também: Óleo de peixe – Benefícios e emagrecimento

Chá de gengibre

Esclerodermia deve ser tratada através da ingestão de produtos benéficos ao sistema imunológico

Sim, o chá de gengibre por fortalecer o sistema imunológico também ajuda a tratar de esclerodermia (Foto: depositphotos)

O gengibre é ótimo para reforçar o seu sistema imunológico.

Por isso, ferva uma xícara de água e, em seguida, adicione uma colher (de sopa) de gengibre ralado.

Em seguida, cozinhe em fogo baixo por dois minutos e depois desligue. Deixe esfriar e pode tomar até quatro xícaras por dia.

Veja também: Gengibre pode curar o câncer de próstata e de ovário

Produtos lácteos

Energia dos alimentos lácteos ajuda a fortalecer seu organismo contra a esclerodermia

Forneça energia ao seu organismo com alimentos lácteos e ajude-se a se livrar da esclerodermia (Foto: depositphotos)

A proteína do leite, ajuda a dar energia para as células e também reforça o sistema imunológico.

Você pode escolher entre duas poções de requeijão, iogurte ou qualquer outro produto lácteo, como leite ou queijos brancos.

Em geral, evite alimentos industrializados e dê preferência aos naturais, livres de conservantes e corantes.

Quem tem esclerodermia sofre com o frio, por isso, prefira ficar em lugares mais quentes. Não fume e vive longe do estresse.

Veja também: A ciência comprova: alimentos derivados do leite fazem bem a saúde

Veja mais!