Publicado por Helena Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Artrite e artrose são doenças que não são exclusivas dos idosos, acometendo também crianças, jovens e adultos de várias idades, embora de forma mais rara. A faixa etária comum destas enfermidades vem a ser a de idosos entre 60 e 70 anos.

Remédios caseiros para tratar as dores da artrose

Imagem: Reprodução

Artrose tem diversas causas que se modificam dependendo da fase em que a pessoa esteja vivendo: infância, idade adulta e velhice. Na verdade, existem mais de 200 tipos de enfermidades que genericamente são classificadas como “reumatismo” devido a generalização popular da doença. Apesar das causas serem muitas, já existem hoje em dia avanços da medicina conquistados através da biologia molecular que trouxeram grandes melhorias ao tratamento desta doença.

Fatores e doenças que podem levar o indivíduo a desenvolver artrose

  • A doença tende a ser genética;
  • Obesidade tende a ser um dos motivos que causam artrose na bacia, joelhos, tornozelos e pés;
  • Quebrar ou lesionar as articulações podem causar artrose no futuro;
  • Uso excessivo das articulações no trabalho ou até mesmo esporte podem também ser causadores desta enfermidade;
  • Hemofilia (que causa coagulação do sangue nas articulações);
  • Necrose Vascular (que comprime a passagem de sangue próxima a articulação)
  • Gota crônica, pseudogota ou artrite reumatoide.

O que é esta doença?

A artrose é uma doença crônica das articulações que causa a degeneração da cartilagem e dos ossos. Suas consequências são a rigidez e a total ou parcial redução das funções que as articulações exercem. Quando a cartilagem se quebra ou desgasta, os ossos tendem a se friccionar, o que traz a consequência de dores e inchaços incômodos.

Tratamento usando remédios caseiros

Eis alguns remédios caseiros simples e econômicos para tratar e amenizar os sintomas de forma prática e saudável:

Garra do diabo: Ferver meio litro de água e acrescentar cinco colheres de tubérculos da garra picados ou fatiados. Deixar a fervura em repouso até esfriar. Três xícaras é o que deve ser tomado ao dia, de preferência entre as principais refeições.

Obs: Não deve-se tomar mais do que o recomendado, devido este chá ter poder diurético. Gestantes também devem evitá-lo.

Cabelo de Milho: Ferver um litro de água com 100g de cabelo de milho (vulgar estigma do milho) por dez minutos. Ingerir três xícaras ao dia.

Utilize-se também de outros chás, tais como: alfafa, aipo, cedro-rosa, calêndula, buva, caroba (casca), guiné, canema (raiz), paineira (casca), tarumã, violeta, cavalinha, salsaparrilha, caiapó, chapéu-de-couro, velame, dente de leão, gergelim-preto e erva-de-são-joão.

Veja mais!