Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Chamamos de fibromialgia um transtorno que, cada vez mais frequente, principalmente em mulheres, causa dores musculares e exaustão, mas que é difícil de diagnosticar e tratar.

Causas

Atingindo principalmente mulheres, as causas da fibromialgia não são exatamente conhecidas, mas segundo pesquisas, cerca de 30% dos pacientes que tem artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico podem desenvolver fibromialgias. Além disso, existem alguns genes que podem fazer com que as pessoas sejam mais propensas aos sintomas.

Normalmente há um fator determinante que acaba desencadeando esse problema, como problemas de coluna, artrite, lesões ou ainda estresse físico ou emocional.

Sintomas

As dores são, normalmente, em torno do quadril, tórax, ombros, pescoço, região do cotovelo, ou ainda do joelho. Pode ser ainda recorrente e persistente de forma generalizada, durando por 3 ou mais meses em todos os quadrantes do corpo.

Esse quadro é também acompanhado de distúrbios do sono, insônia, tontura, memória cognitiva prejudicada, dores de cabeça crônicas, dores na mandíbula, dores musculares pós esforço físico, mal-estar, rigidez muscular, irritação intestinal, cólicas menstruais, sensibilidade da pele, dormência e formigamento, além de muitos outros sintomas que podem ser emocionais, como ansiedade, depressão e fadiga crônica.

Tratamentos naturais para fibromialgia

Foto: Reprodução

Tratamentos naturais

Para os que sofrem com este problema, selecionamos alguns tratamentos naturais que podem atuar como auxiliares aos tratamentos convencionais e medidas solicitadas por médicos. Lembramos que é essencial consultar o seu médico antes de fazer uso de quaisquer tipos de medicamentos. Além disso, é importante ressaltar que, por ainda não ter cura, estes medicamentos somente irão auxiliar trazendo melhoras dos sintomas.

Aromaterapia

Por meio da aromaterapia com a essência de lavanda, pode-se alcançar o relaxamento dos músculos, o bem-estar e a calma.

Alimentos com vitamina D

Foi constatado que, alguns pacientes com fibromialgia também possuíam carência de vitamina D em seu organismo – esta manifesta-se causando a osteoporose, enxaquecas e dores de cabeça.

Massagem

As massagens terapêuticas podem ser auxiliares, assim como as massagens de relaxamento, pois estas atuam aumentando a circulação sanguínea e eliminando as toxinas que podem ficar acumuladas nos tendões, músculos e ligamentos, além de relaxar, diminuir a dor e o cansaço. A sugestão é usar o óleo de semente de uva, pois este, além dos benefícios de quaisquer massagens, pode trazer melhoras ainda mais significativas por conter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Magnésio

Assim como a vitamina D, foi encontrada uma concentração baixa de magnésio em pacientes com fibromialgia. Portanto, esse importante mineral deve ser reposto, ajudando a controlar melhor a dor. Este pode ser encontrado em alimentos como abacate, semente de girassol, banana, leite, granola e aveia.

Veja mais!