Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Espinhas nunca combinam com nenhuma maquiagem ou look de festa. Na verdade, a acne é, por vezes, um pesadelo para muitas pessoas, principalmente para os adolescentes. Nessa fase, por exemplo, as alterações hormonais são mais intensas, sendo uma das causas mais comuns para o surgimento das espinhas e dos cravos. Além disso, podem aparecer em grandes quantidades no período menstrual ou na gravidez, quando também há mudanças nos hormônios.

Uma erupção de vez em quando não significa um problema de saúde grave e você pode detê-las com alguns tratamentos caseiros sem maiores complicações. Porém, quando a acne não reage positivamente aos processos convencionais e surgem diversas espinhas é sinal de que está na hora de procurar ajuda de um dermatologista. Aprenda como algumas técnicas podem lhe ajudar nesse processo, mas antes entenda porque as espinhas aparecem.

Truques fáceis e benéficos para reduzir as acnes

Foto: Reprodução/ internet

Motivos que levam o surgimento da acne

  • Ausência de uma boa limpeza na pele, principalmente no rosto, facilitando o acúmulo de oleosidade e a formação de cravos e espinhas;
  • Uso de cremes não apropriados para o tipo de pele. Por exemplo, uma pele oleosa sendo hidratada com cremes gordurosos;
  • O uso de maquiagem vencida ou de má qualidade;
  • Efeitos colaterais de algum medicamento;
  • O uso de protetor solar não adequado para peles oleosas;
  • Possuir a síndrome dos ovários policísticos;
  • Ter uma alimentação pobre em nutrientes e rica em gordura e oleosidade;
  • Ficar muito exposto ao sol;
  • Estresse;
  • Tensão emocional.

Tratamentos convencionais para diminuir as espinhas

Existem duas formas de combater as espinhas: antes dela surgir e quando ela aparece. A mais eficiente é a forma de prevenção, evitando que os poros fiquem obstruídos com a oleosidade ou algum outro micro-organismo do ambiente. Em ambas as situações, a acne pode ser controlada. Mas, lembre-se que em casos graves o dermatologista deve ser procurado, pois há situações em que só um antibiótico pode atuar efetivamente para erradicação da acne.

A prevenção

Troque as toalhinhas de limpeza por lenços descartáveis. Desta forma, você evita de reutilizar um material que poderia ter acumulado bactérias. Do mesmo modo, os homens que fazem a barba com lâmina, devem lavá-la com álcool, eliminando a possibilidade de contaminação por bactérias. Uma solução bastante eficaz para manter a pele limpa e longe da oleosidade é a preparada com sal amargo e iodo.

Misture uma colher de chá de sal de epsom, mais conhecido como sal amargo, três gotas de iodo e meia xícara de água. Leve essas substâncias para o fogo e espere que ferva. Em seguida, embeba um chumaço de algodão na mistura já fria e limpe a pele com ela. Assim, os poros ficaram mais livres e não sofreram infecções.

Usar vinagre ou o suco de limão também é uma forma de combater as espinhas, pois esses elementos possuem ácidos que ajudam a limpar os poros da pele.

Eliminando a acne

Assim que a espinha começar a aparecer, aplique na região um cubo de gelo envolvido em plástico, pelo menos, duas vezes por dia, durante cinco minutos cada. Essa ação diminui o vermelhidão e a possibilidade de uma inflamação maior. Outro método para acabar com as espinhas, dessa vez no caso das mulheres, é o uso do chá de agnocasto, uma vez que essa erva é capaz de controlar os hormônios femininos. Para alcançar os objetivos, tome de uma a duas xícaras dessa bebida.

Jamais esprema a espinha, isso pode piorar a inflamação, deixando a acne ainda mais dolorida, vermelha e visível. Se você já o fez e agora está com a marca no rosto a aplicação da aloe vera (babosa) vai ajudar, tendo em vista que ela serve para eliminar 90% das feridas de pele.

Veja mais!