Publicado por Stefanie Mouret
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Os chineses são conhecidos em todo o mundo por suas invenções, tecnologias e utilização de medicamentos naturais. E geralmente, os americanos, ao descobrirem as novidades dos chineses, as espalham pelo mundo e fazem-nas ganhar grande repercussão. Um dos casos mais recentes é um grão vindo da China e bem diferente do que estamos habituados no Brasil: o arroz vermelho.

Veja os benefícios do arroz vermelho

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

Produzido há muitos anos e já encarado não apenas como alimento, mas principalmente como um medicamento natural, o grão veio para o Brasil através dos portugueses, e hoje faz parte da culinária local da Paraíba. O motivo de estar se difundindo e fazendo sucesso é o fato de que o arroz vermelho traz muitos benefícios para o organismo de quem o consome de maneira frequente. Uma de suas propriedades é a monocolina, substância responsável por diminuir os índices de colesterol ruim no sangue e assim evitar derrames cerebrais e infartos.

O arroz vermelho, ao fazer parte da dieta regular, também promove a melhora das funções intestinais e digestivas, evitando entre muitos males, o inchaço. Ainda possui duas vezes mais zinco e cinco vezes mais ferro do que o tradicional arroz branco.

Como preparar o arroz vermelho

Apesar de ainda ser novidade no Brasil e nem todos terem conhecimento da existência do arroz vermelho, é possível encontrá-lo em grandes redes de supermercados, por um valor razoavelmente maior que o arroz tradicional. No entanto, o valor não deve ser problema, já que ele promete saciar duas vezes mais que o arroz branco, rendendo assim mais porções.

Para prepará-lo em casa, refogue o tempero a gosto como faz naturalmente com o arroz branco. No entanto, procure temperá-lo menos do que o arroz tradicional, já que o vermelho pode trazer um gosto mais acentuado e, em caso de muito tempero, ficar muito forte. Alho, cebolinha e um pouco de cebola picada são ingredientes ótimos para dar gosto ao arroz vermelho sem exageros. Se desejar, pode colocar uma pitada de sal, e servi-lo normalmente.

Atenção

No entanto, segundo estudos do “Archives of Internal Medicine”, o arroz vermelho em grandes proporções pode causar falência renal, assim ele é contraindicado para crianças, gestantes, lactantes e pessoas de idade avançada. Antes de iniciar qualquer dieta lembre-se sempre de buscar auxílio médico e fazer os devidos exames, o objetivo é melhorar a saúde, jamais colocá-la em risco.

Veja mais!