Publicado por Redação

O boom do chá verde na mídia levou milhares de pessoas a recorrerem à bebida para a cura e prevenção de diversos males do organismo. Adotado por inúmeras celebridades e especialistas em saúde, o chá verde tornou-se uma recomendação conhecida dos cardápios de atletas e pessoas em busca de uma vida com mais qualidade.

A maior característica atribuída ao chá é que ele é emagrecedor. Mas será que isso é um mito ou realidade? Separamos aqui as principais dúvidas relacionadas ao chá verde para que você consuma com consciência.

3 verdade sobre o benéfico chá verde que certamente você não sabia

Foto: depositphotos

1. Chá verde e toxinas

De acordo com um artigo do site do Dr. Rocha, a chá verde é rico em flavonoides que eliminam as toxinas do organismo e combatem os radicais livres que são formados no corpo pelo estresse e pela má alimentação que acabam gerando o envelhecimento precoce. Por isso, ele é chamado de antioxidante

2. Chá verde e o sistema imunológico

Por conta da sua composição, o chá verde é importante para fortalecer o sistema imunológico. Ele promove um bem-estar no corpo, a partir do momento que promove uma limpeza e expulsa os radicais livres que ficam passeando na nossa corrente sanguínea a fim de destruir as células saudáveis do nosso corpo. Por isso, ao mandar para fora essas toxinas, ele automaticamente reforça a nossa saúde.

3. Chá verde e o emagrecimento

O chá verde em si não é emagrecedor. Isso fica a cargo dos chás que aceleram o metabolismo e têm o efeito termogênico. Porém, o chá tem uma característica especial que é ser diurético. Na verdade, segundo o Dr. Rocha, todos os chás têm essa função. O que já ajuda bastante o organismo a se livra do inchaço, que muitas vezes aumenta o peso na balança.

Desta forma, o médico afirma que o processo de emagrecimento é a união de vários fatores e não pode ser atribuído ao consumo de uma só bebida, como o chá verde ou qualquer outro chá.

Inicialmente, para emagrecer é preciso haver mudança de hábitos importantes no dia a dia do paciente. A começar pela eliminação de alimentos calóricos, a prática de exercícios e a inclusão de muitos chás na dieta, inclusive o chá verde.

Mas para isso, o especialista adverte que é preciso procurar ajuda médica para atingir o objetivo desejado. Além disso, força de vontade e garra podem ajudar no processo. Porém, tudo isso deve ser uma decisão que parta da própria pessoa e não uma decisão imposta pela sociedade em busca de padrões de beleza.

Veja mais!