Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A sessão de queimação no estômago após alguma refeição só tem um nome: azia. Tal fenômeno é decorrente da indigestão, esta que não é nada incomum de ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite. Entretanto, as razões que provocam a má digestão nas pessoas são as mais diversas.

De acordo com estudos gastroenterológicos, a ocorrência da indigestão depende de fatores como os tipos de alimentos que são consumidos, a forma como os mesmos são ingeridos, a quantidade de líquidos tomada durante uma garrafada e até mesmo doenças que tenham relação com o sistema digestivo de cada indivíduo.

Nesta publicação abordamos, especificamente, sobre os alimentos capazes de promover a má digestão. Ricos em gorduras, as carnes vermelhas, os derivados de leite, frituras e ovos estão entre os alimentos mais conhecidos por provocar azia.

Isso é decorrente da gordura existente nesses alimentos, uma vez que ela pode causar danos ao processo digestivo por se capaz de retardar o esvaziamento do estômago.

Vilões - Conheça os causadores da má digestão

Foto: Reprodução 

Alimentos naturais

Nem mesmo algumas frutas escapam de figurarem como aliados da má digestão. Abacaxi, laranja, tangerina, morango e manga, todos considerados frutas cítricas, integram essa lista. Esses citados agem como potentes estimuladores da dor de estômago e ainda são fortes agravadores das dores de úlcera ou gastrite.

Uma dica essencial é substituir a ingestão dessas frutas por outras mais inofensivas à digestão como uva-passa, melão, mamão e banana. Além disso, é importante ressaltar que o limão é uma fruta que pode ser cosumida para auxiliar na digestão de alimentos considerados pesados, sobretudo as carnes.

Um vegetal também ofensivo ao aparelho digestivo é o tomate. O consumo desse legume deve ser limitado a, no máximo, três vezes a cada sete dias. Todavia se cozido, os efeitos do tomate causadores de azia e má digestão são drasticamente reduzidos. Dê preferência a molhos naturais desse vegetal, sobretudo aqueles produzidos a partir da adição de azeite extra-virgem.

Cafeína

Cuidado com o consumo de cafeína! Presente em bebidas como café, refrigerantes de cola e grande parte dos chás, esse componente deve ser evitado por pessoas vítimas de doenças do sistema digestivo, a exemplo de gastrite ou úlcera.

Além de estimular a acidez no estômago, a cafeína promove o relaxamento dos músculos dessa região, que acabam impossibilitando o caminho dos alimentos até o esôfago. Assim, o retorno do alimento para a garganta causando vômitos e sensação de queimação pode ser inevitável em pessoas que consumem cafeína em excesso.

Ingestão de líquidos

Evitar a ingestão de líquidos como suco, água e refrigerantes durante as refeições deve ser um hábito para quem deseja estar livre de azia e má digestão. Tomar líquidos enquanto se alimenta atrapalha a digestão de proteínas, compromete a retenção de minerais e vitaminas e ainda pode promover constipação ou diarreia.

Veja mais!